Historia de Saint-Tropez
Final de tarde na marina Tropez citadel - Foto: Ballista (Licença-cc-by-sa-3.0)
Final de tarde na marina Tropez citadel - Foto: Ballista (Licença-cc-by-sa-3.0)

Segundo a lenda, a cidade deve seu nome ao Caio Sílvio Torpetius ou desajeitado (San Torpetes de Pisa), um oficial romano do tribunal de Nero, nascido em Pisa. Convertido ao cristianismo por São Paulo, este fato gerou a ira do imperador Nero, que o fez decapitar o 29 de Abril de 68. Seu corpo foi colocado em um barco na companhia de um galo e um cão, e subiu o rio Arno com vento leste. Em 17 de maio, ele atingiu a costa de Saint-Tropez, onde o culto de sua cabeça preservada em Pisa se rende. Em 1615, a cidade recebeu Hasekura Tsunenaga, o embaixador japonês para o rei de Espanha e do Papa de Roma.

A cidade de Saint-Tropez, antigamente formada somente por uma vila de pescadores, é atualmente um dos pontos turísticos franceses frequentados por jovens milionários e estrelas de Hollywood. Tal transformação deu-se nos anos 60, quando a atriz francesa Brigitte Bardot se mudou para Saint Tropez, trazendo consigo muitos fãs e admiradores de seu estilo de vida batata frita

A cidade já foi homenageada algumas vezes. A banda de rock progressivo/psicódelico Pink Floyd escreveu uma música chamada Saint-Tropez, publicada no álbum Meddle, de 1971. Em 2011, o DJ Antoine, o rapper Timati e a cantora Kalenna criaram uma musica com o nome de 'Welcome To St.Tropez'. A música 'Can U Feel It' do DJ Jean-Roche Também é inspirada em Saint-Tropez. Em 2011, a cantora Rihanna, faz referencia à cidade na sua música Cockiness dizendo: 'I'm your St.Tropez!'. Em 2014, o rapper J. Cole lançou uma canção intitulada 'St. Tropez' no seu álbum '2014 Forest Hills Drive'.

 

Conheça mais sobre Saint-Tropez
Destinos França
Publicidade