Últimos posts
Historia de Liverpool
Chinatown de Liverpool- Foto: Man Vyi (Licença-Dominio publico)
Chinatown de Liverpool- Foto: Man Vyi (Licença-Dominio publico)

A pedido do Rei João, a cidade foi fundada em 1207. Até meados do século XVI a população da cidade não passava de 500 habitantes. Por muito tempo a cidade possuía apenas sete ruas que formavam a letra H. No século XVII houve um progresso lento no comércio e no crescimento da população. Durante a Guerra Civil Inglesa ocorreu um cerco de dezoito dias (1644). Em 1699, Liverpool foi feita uma freguesia por lei do Parlamento, no mesmo ano seu primeiro navio de escravos, Merchant Liverpool, partiu para a África. Como o comércio das Índias Ocidentais superou o da Irlanda, Liverpool começou a crescer. Em 1715 foi construído um porto na cidade, o que fez o comércio progredir mais ainda. Daí em diante a cidade começou a prosperar e crescer rapidamente.

No início do século XIX estimava-se que cerca de 40% do PIB comércial mundial era inglês. Em 1830, Liverpool e Manchester tornam-se as primeiras cidades a ter uma ligação ferroviária interurbana, através da Liverpool and Manchester Railway. A população continuou a aumentar rapidamente, especialmente durante a década de 1840, quando os imigrantes irlandeses começaram a chegar às centenas de milhares de pessoas em conseqüência da Grande Fome. Em 1851, aproximadamente 25% da população da cidade era de ascendência irlandesa. Durante o século XX a cidade já possui imigrantes de toda a Europa.

Durante a Segunda Guerra Mundial, houve 80 ataques aéreos em Merseyside, matando 2.500 pessoas e causando danos a cerca de metade das casas na região metropolitana. A cidade só conseguiu se recuperar totalmente muito anos depois da Guerra, entre 1950 e 1960. Muitos patrimônios da cidade foram perdidos e não foram restaurados, causa do bombardeio da Alemanha Nazista. A partir da década de 1970,a indústria entrou em declínio acentuado. No início da década de 1980, as taxas de desemprego em Liverpool estavam entre as mais altas do Reino Unido. Desde meados dos anos 1990, no entanto, a economia de Liverpool vem se recuperando, registrando taxas de crescimento superiores à média nacional.

Aproveitando a popularidade dos grupos de rock dos anos 1960, como The Beatles, assim como as galerias de arte, museus e monumentos, o turismo tornou-se também um fator significativo na economia do Liverpool. Em 2007, a cidade comemorou o 800º aniversário da fundação de Liverpool, para a qual uma série de eventos foram planejados. Liverpool foi a Capital Europeia da Cultura em 2008.

A cidade de Liverpool é governado pelo Conselho Municipal de Liverpool, e é um dos cinco municípios metropolitanos que se combinam para a formação do Conselho metropolitano de Merseyside. O conselho é composto por 90 conselheiros eleitos, que representam as comunidades locais por toda a cidade, bem como a equipe de gestão executiva, que são responsáveis pelo o dia-a-dia de funcionamento do Conselho. Parte da responsabilidade dos vereadores é a eleição de um líder do Conselho e prefeito. A responsabilidade do líder do conselho é dar direção para o Conselho, bem como atuando como meio de comunicação entre a câmara local, o governo central e os parceiros privados e públicos. O prefeito age como o 'primeiro cidadão' da cidade e é responsável por promovê-la, apoiando instituições de caridade locais e grupos da comunidade, bem como representando a cidade em eventos cívicos. O líder do Conselho atual é Warren Bradley e o atual Prefeito é o Conselheiro Mike Storey.

Fonte: Wikipédia

Conheça mais sobre Liverpool
Destinos Inglaterra
Publicidade