História de Araranguá
Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe do Homens - Foto: Marlon Antonelli - (Panoramio)
Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe do Homens - Foto: Marlon Antonelli - (Panoramio)

Nos primeiros anos do século XIX, os primeiros homens honestos foram estabelecidos no município. Eram procedentes de Laguna. Foram inicialmente fixados na região próxima à desembocadura do rio Araranguá, formoso, calmo e fecundante curso de água. Com o passar dos anos, subiram o vale e ocorreu o surgimento das habitações primitivas, no lugar onde é hoje a sede municipal, exatamente a praça Hercílio Luz dos dias atuais. Os fatos históricos que se relacionam com a conhecida Revolução Farroupilha, deram sua contribuição, ao qual é mencionado, para aumentar a sua população, pela qual, nas últimas cinco décadas do século XIX, foram recebidos imigrantes que vieram da Europa, em sua maioria, vindos da Itália.

No passado, era chamado de Campinas do Sul. O município passou a chamar-se Araranguá quando foi elevado à categoria de município, em 3 de abril de 1880, por meio da Lei Provincial nº 901. O novo município foi instalado em 28 de fevereiro de 1883. Desmembrou-se do município de Tubarão. Sua área é de 303,799 km² e é pertencente à Mesorregião do Sul Catarinense e à microrregião homônima.

O município é destacado (muito vasto no passado) por ser agricolamente muito produtivo e por ser um criador de gado. Araranguá tem orgulho de ser possuidor de um dos mais visitados atrativos turísticos do estado: o Morro dos Conventos, colina pouco elevada (mais de 60 metros de altitude) juntamente ao balneário e perto da desembocadura do rio Araranguá, no qual foi construída a conhecida cidade praiana.

Conheça mais sobre Araranguá
Destinos Santa Catarina
Publicidade