Historia de Capadócia
Algumas habitacoes trogloditas - Foto: Niels Elgaard Larsen (Licença-cc-by-sa-3-0)
Algumas habitacoes trogloditas - Foto: Niels Elgaard Larsen (Licença-cc-by-sa-3-0)

Çatalhüyük foi um povoado Neolítico situado a sul do que é hoje Konya, aproximadamente 200 km a este-sudeste de Aksaray. Durante alguns anos apontado por muitos como o mais antigo exemplo conhecido de povoamento urbano em todo o mundo, data do 7º milénio a.C.. Aí foi encontrado o que se considera o começo da história da Anatólia. Trata-se de um fresco mural, que apresenta em primeiro plano as casas da localidade, e ao fundo um vulcão fumegante em erupção. Crê-se que esse vulcão sejam o Hasan Dag, distante aproximadamente 300 km de Çatalhüyük. O fresco está exposto no Museu das Civilizações da Anatólia, em Ancara, e é provavelmente a pintura paisagística mais antiga do mundo.

Entre o 6º e o 5º milénios a.C., a Capadócia tinha vários principados independentes. A cidade mais importante desse período era Puruscanda. No século XXIII a.C.. 17 destes principados uniram-se para lutar contra o rei acádio Naram-Sin, no que foi a primeira de muitas alianças na história da Anatólia e Capadócia. Os primeiros habitantes conhecidos da Capadócia foram os hatitas, cuja capital, Hatusa, situada a aproximadamente 200&km a norte de Nevşehir, seria posteriormente a capital dos Hititas. A civilização hatita remonta ao {{AC|4º milénio|x}], época dos achados mais antigos de Alacahöyük, a estação arqueológica mais importante dessa civilização, situada a pouco mais de 20 km a norte de Hatusa.

No início do 2º milénio a.C., a Anatólia viveu um período florescente, tendo atraído numerosos habitantes. Os assírios, célebres pelas suas qualidades comerciais, instalaram-se na região, atraídos pelas suas riquezas, principalmente minerais, organizando bazares chamados kârum. O kârum mais importante foi o da cidadela de Canexe (hoje Kültepe), a Nexa dos hititas. Os assírios vendiam estanho, têxteis e perfumes, e compravam ouro, prata e cobre. Este tipo de comércio durou aproximadamente 150 anos, tendo acabado devido a guerras entre reinos da região. Em 1925, uma equipa de arqueólogos descobriu em Kültepe as Tábuas da Capadócia, que descrevem a colónia mercantil dos tempos assírios e que são o documento escrito mais antigo sobre a história da Capadócia.

Há poucas certezas quanto à origem da civilização hitita, embora alguns acreditem que são originários precisamente da Capadócia, mas é certo que ela floresceu na Anatólia central, com a Capadócia incluída, no 2º milénio a.C. tendo Hatusa (perto da atual Boğazkale, até recentemente, Boğazköy) como capital. Os hititas fundaram vários povoados em conjunto com os habitantes locais e constituíram um império que se estendia até à Babilónia. O império durou cerca de 600 ou 700 anos, e pôs fim à dinastia semita de Hamurabi na Babilónia. Os séculos XV e XVI a.C. foram especialmente importantes na história hitita, marcando o apogeu da civilização. Alguns séculos mais tarde, as guerras com o Antigo Egito, que culminariam no célebre tratado de paz de Cadexe, de 1 286 a.C., desgastaram o império, que acabaria por desmoronar-se cerca de 1 200 a.C., com a chegada de invasores provenientes da Europa oriental, os povos do mar e os frígios.

Fonte: Wikipédia

Conheça mais sobre Capadócia
Destinos Turquia
Publicidade