Historia de Tokyo
River city 21 em Chuo-ku - Foto: 663highland (Licenca-cc-by-sa-3-0)
River city 21 em Chuo-ku - Foto: 663highland (Licenca-cc-by-sa-3-0)

Apesar que desde tempos antigos existiam pequenas populações e templos nas colinas cercando a Baía de Tóquio (東京湾, Tōkyō-wan?), considera-se que a fundação formal de Tóquio foi em 1457, quando um membro do clã Uesugi (上杉氏, Uesugi-shi?), Dōkan Ōta (太田 道灌, Oota Doukan?) construiu o Castelo de Edo (江戸城, Edo-jō?), assim a área que rodeava o castelo começou a se chamar Edo (江戸, literalmente 'estuário'?). Shogunato Tokugawa (徳川幕府, Tokugawa bakufu?) , que havia tomado o castelo em 1590 e que tinha o controle quase absoluto do Japão, estabeleceu seu governo em Edo, em 1603, isso deu início ao Período Edo (江戸時代, Edo-jidai?), na história japonesa. Edo cresceu e por volta do século XVIII se tornou uma das cidades mais populosas do mundo com mais de 1 milhão de habitantes. A nobreza, junto com o Imperador do Japão, permaneceram em Quioto, que seguiu sendo a capital oficial, porém apenas de maneira protocolar.

Edo sofreu inumeráveis desastres, entre os que se encontram centenas de incêndios, destacando-se o Grande Incêndio de Edo (Edo Taika) de 1657, onde morreram aproximadamente cem mil pessoas. A razão dos constantes incêndios era que todas as casas de Edo eram machiyas (町屋/町家?) ou casas urbanas de madeira. Outros desastres que sofreu Edo foram à erupção do Monte Fuji em 1707, o Terremoto do Grande Edo em 1855 e outros terremotos menores em 1703, 1782 e 1812.

Em 1853, o comandante americano Matthew Perry desembarcou na Baía de Tóquio, à frente de uma frota de quatro navios de guerra, como um enviado do governo americano, com a missão de instituir relações diplomáticas e comerciais entre o Japão e os Estados Unidos. Perry voltou a Tóquio no ano seguinte, em 1854, à frente de uma frota maior do que a anterior, e assinou um tratado diplomático entre os líderes de governo do Japão. No ano seguinte, o Japão assinaria tratados de cunho diplomático com outros países da Europa, marcando o início da influência da cultura ocidental em todo o país.

Aos fins de 1868, como o caso do shogunato em todo m Japão e o inicio da Restauração Meiji, o Imperador se mudou ao Castelo Edo, convertendo no Palácio Imperial do Japão e estabeleceu a mesma alteração de nome de Edo para Tóquio, 'a capital do leste'. No entanto, o Imperador não deixou estabelecido de maneira legal que Tóquio era a nova capital do Japão, pelo que se crê popularmente que Kioto seria a capital oficial ou co-capital do país. Em 1871 aboliram-se os han ou feudos, e formalmente criaram-se as prefeituras, entre elas a Prefeitura de Tóquio; e ao ano seguinte a prefeitura expandiu-se ha área ocupada pelos 23 Bairros Especiais que atualmente possui.

A partir de 1872, começou a construir-se a primeira linha de metropolitano ligando Tóquio com Yokohama e entre 1885 e 1925 construiu-se a Linha Yamanote, linha de metropolitano urbano que é a mais importante de Tóquio na atualidade. Em 1889 estabeleceu-se a Cidade de Tóquio (東京市, Tōkyō-shi?) com 15 bairros, logo em 1893 os distritos de Tama que uniram-se a prefeitura.

Fonte Wikipédia

 

Conheça mais sobre Tokyo
Destinos Japão
Publicidade