O que fazer em Tokyo
Predio da dieta nacional do Japão - Foto: Wiiii (Licenca-gfdl)
Predio da dieta nacional do Japão - Foto: Wiiii (Licenca-gfdl)

Em Tókio, existem diversos atrativos turísticos a serem explorados e dentre esses, selecionamos os mais importantes:

Monte Fuji inativo
Reverenciada por grandes mestres da pintura além de poetas e músicos renomados, impressa em imagens clássicas das xilogravuras ukiyo-e e admirada por milhares de montanhistas que já alcançaram os seus 3776 metros de altura, vale muito conhecer o 'Monte Fuji'. Declarada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, existem duas opções para conhecer este vulcão inativo desde 1707, seria contemplando suas formas simétricas à distância, nos pontos muito disputados nestas ocasiões que são a sede da prefeitura e a Tokyo Towe, fora isso, só mesmo encarando a longa subida até sua cratera.

Artefatos nipônicos históricos
Outro importante atrativo de Tókio está o mais importante museu do país, em arte asiática, o 'Museu Nacional de Tóquio', o qual possui um acervo com uma extensa coleção de objetos vindos de Coreia, China, Sudeste Asiático e Ásia Central, além de armas, esculturas e vasos muito delicados. Há também, itens arqueológicos das eras Jomon e Haniwa, a partir de 10.000 a.C., como também, peças mais recentes, à exemplo de espadas, armaduras e máscaras samurai, formando o mais completo conjunto de artefatos nipônicos históricos do planeta.

Edo-Tokyo Museum
Um outro museu que também é muito visitado por turistas de todo o mundo, é o 'Edo-Tokyo Museum', dedicado à sua própria história, com exposições que reproduzem ambientes domésticos, de trabalho e lazer, incluindo teatros kabuki, veículos e até caixas de correio.

Santuário xintoísta
Uma feliz combinação em estruturas de cipreste e tetos em bronze, e cercada por um amplo e belo bosque, silencioso, o 'Santuário Meiji Jingu' é dedicado ao Imperador Meiji, o mesmo que quebrou o longo isolamento do Japão no século 19. Completamente destruído durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, foi totalmente reconstruído em 1958. Um dado importante, é que este é um santuário xintoísta, a religião nativa do Japão, quase sempre ligada à família imperial.

Coração pulsante
Vale muito conhecer o 'Templo Asakusa', o qual, é considerado como o coração pulsante, além do mais popular da cidade de Tóquio. Tudo gira em torno do complexo de templos Senso-ji, onde as enormes lanternas de papel vermelho sob imponentes portões cerimoniais, formam um dos mais conhecidos cartões-postais da cidade.

Um show de Sumô
Com raízes ligadas ao xintoísmo, a religião nativa do Japão, a luta do 'Sumô', entre todas as artes marciais, nenhuma é mais puramente japonesa. Muito além do estranho espetáculo, é insano e bem divertido, assistir uma colisão entre grandalhões vestindo minúsculas faixas. Antes de começar o embate, há rituais que antecedem, onde todos são voltados para a purificação do espírito.

Conheça mais sobre Tokyo
Destinos Ásia
Publicidade