Puxada de Mastro

Puxada do Mastro de São Sebastião - Foto: Prefeitura de Ilhéus - Secom
Puxada do Mastro de São Sebastião - Foto: Prefeitura de Ilhéus - Secom

É um evento com ênfase no município de Ilheus, cuja realização se dá todos os anos na primeira semana de janeiro, em homenagem a São Sebastião, na Hinstância Hidromineral de Olivença. A festa remonta do período colonial. Segundo os historiadores, a puxada do mastro é uma espécie de penitência em que se clama aos santos proteção contra todos os males que afligem a humanidade.

Tudo indica que a festa é o resultado da cristianização de um ritual indígena. Assim, os jesuítas atraíam os “selvagens” para a fé cristã. Os índios, ágeis serradores de madeira, dirigiam-se a uma floresta, escolhiam, cortavam e descascavam uma árvore com a qual preparavam um grande mastro. Este mastro, amarrado por uma corda comprida e resistente, era arrastado até à vila e colocado em pé em frente à igreja de Nossa Senhora da Escada. A corda era solenemente depositada no altar aos pés da Santa.

Esta festa é mantida até hoje pelos descendentes dos índios e caboclos que, com fé e orgulho, transmitem às novas gerações seus costumes e crenças. A festa é acompanhada por grande número de pessoas, que cantam músicas características, de origem indígena, aos sons de tambores. Hoje, tornou-se a principal festa folclórica da região, com uma comemoração profana. Turistas, nativos e caboclos cantam e bebem, passando a mão no mastro para “garantir a fertilidade”.

Onde assistir: Ilhéus – segundo domingo de janeiro, na festa de São Sebastião; Prado – 20 de janeiro, na festa de São Sebastião; Porto Seguro – 19 e 20 de janeiro, na festa de São Sebastião do distrito de Trancoso; Alcobaça – de 31 de dezembro a 6 de janeiro, durante a festa de São Sebastião.

Puxada do Mastro de São Sebastião - Foto: Prefeitura de Ilhéus - Secom
Puxada do Mastro de São Sebastião - Foto: Prefeitura de Ilhéus - Secom
 Veja também
Esta manifestação folclórica se caracteriza sobretudo pela figura central – o babalawô ou baba-oni-awô - o pai conhecedor do futuro, dos destinos, iniciado nos mistérios do jogo oracularSaiba mais
São personagens fantasiados, que saem às ruas em meio asos festejos carnavalescos. Cada membro porta uma mascara de papelão coloridaSaiba mais
Dança popular antiga, de origem portuguesa, que representa a luta entre mouros e cristãos Saiba mais
Destinos Bahia
Publicidade