Bacamarteiros

Bacamarteiros
Bacamarteiros

Grupo de atiradores de bacamarte - armas de fogo do século XIX - que se exibem em movimento, disparando com balas de festim as antigas armas, sob a direção de um comandante.

Devidamente fardados em cores vivas, principalmente azul, os participantes são divididos em batalhões ou tropas, subordinadas a “sargentos” que, durante os festejos juninos e natalinos, deflagram grandes cargas de pólvora seca em homenagem aos santos padroeiros, acompanhados de bandas de pífanos ou zabumbas, com ritual místico de grande efeito pictórico.

Os bacamarteiros usam roupas de zuarte, chapéu de couro, alpercatas e cartucheiras de flandres; os comandantes ostentam estrelas nos ombros e no chapéu e exibem bengalas ou guarda-chuvas como símbolo de comando.

Eles “brincam” de tomar fogueiras ou disputam o “tiro mais forte” nos terreiros das fazendas, embora somente em algumas cidades existam grupos organizados. Congrega desde vaqueiros e camponeses, até pequenos comerciantes e artistas independentes, artesãos, mecânicos, vaqueiros, que têm prazer em explorar os efeitos mágicos dos grandes estampidos, numa representação simbólica das antigas guerras sertanejas.

Os bacamarteiros,  teriam surgido com os soldados brasileiros que retornavam da Guerra do Paraguai e disparavam suas armas à porta da igrejinha de seu povoado para avisar que estavam de volta. Eles se vestem parecidos como os cangaceiros, carregam espingardas e cartucheiras entrecruzadas. A brincadeira consiste em atirar, com pólvora seca e não deixar a arma cair após o tiro (se cair é a vergonha suprema do bacamarteiro).

 
 
Onde assistir: Santa Brígida

Bacamarteiros
Bacamarteiros
 Veja também
Grupo de meninas, sendo que uma delas carrega um estandarte com a expressão -trança fitas-, que tem a forma de um circulo e contém no centro uma das participantes, segurando um mastro.Saiba mais
Dança popular antiga, de origem portuguesa, que representa a luta entre mouros e cristãos Saiba mais
A burrinha consiste em um indivíduo mascarado, que possui na cinta um balaio bem aconticionado, de modo a simular um individuo, cavalgando num animalSaiba mais
Destinos Bahia
Publicidade