Festa de Iemanjá

Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: João Ramos (Bahiatursa)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: João Ramos (Bahiatursa)

Pescadores e fiéis festejam em cortejo marítimo,  que sai ao mar partir das 16h, em inúmeros barcos, conduzindo flores e outros presentes para a Rainha das Águas.  Esta é uma das maiores manifestações religiosas públicas do candomblé. As ruas do bairro do Rio Vermelho ficam tomadas de pessoas que se aglomeram para assistir à saída das embarcações com as oferendas. Evento que se realiza desde 1974, organizado pelos pescadores da colônia de pesca do bairro.

Iemanjá é frequentemente representada sob a forma latinizada de uma sereia, com longos cabelos soltos ao vento. Chamam-na também de Dona Janaína ou Rainha do Mar. No ano de 1923 saíram a dois de fevereiro para ofertar presentes à rainha das águas. Ano após ano os pescadores repetiram essa cerimônia. A princípio era feita em conjunto com a Paróquia do Rio Vermelho, devido ao sincretismo entre a orixá e Nossa Senhora da Conceição.

Nos anos 60 houve uma reação da Igreja Católica contra o culto pagão, fazendo com que a festa perdesse, oficialmente, a devoção à santa católica. A Igreja de Santana, localizada no mesmo local da festa, sempre mantém as portas fechadas no dia 2 de fevereiro.

Hoje em dia as homenagens a essa orixá começam de madrugada, com devotos do candomblé, da umbanda e do catolicismo colocam as ofertas e bilhetes com pedidos em balaios que serão levados para o alto mar. Esses balaios são levados por cerca de 300 embarcações, com o saveiro com a oferenda dos pescadores sempre a frente do cortejo.

As pessoas independente de religião comemoram do mesmo jeito, levando flores, perfume, champanhe, velas, mas tem gente que nunca ouviu falar da lenda da Iemanjá. A festa tem a finalidade de agradar a rainha do mar, na esperança que ela possa abençoar cada vez mais os pescadores.

Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: Rita Barreto (Setur-Ba)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: Rita Barreto (Setur-Ba)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: João Ramos (Bahiatursa)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: João Ramos (Bahiatursa)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: Tatiana Azeviche (Setur-Ba)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: Tatiana Azeviche (Setur-Ba)
VER MAIS 8 FOTOS
 Veja também
Realizada desde o século XVIII, na cidade localizada a 71 quilômetros de Salvador, a festa reúne o profano e o sagrado. Tem seu ponto alto durante a lavagem da Igreja Matriz, realizada no domingo...Saiba mais
Tradicional celebração popular, a Festa inclui duas procissões marítimas que conduzem a imagem de Nosso Senhor dos Navegantes pelas águas da Baía de Todos-os-Santos. Tradicional celebração popular, a...Saiba mais
Realizada desde o século XIX a Festa de Itapuã nasceu da devoção dos pescadores a Nossa Senhora da Purificação e por isso era celebrada originalmente em 2 de fevereiro; mais tarde, a partir da década de...Saiba mais
Destinos Bahia
Publicidade