Festa de Iemanjá

Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: João Ramos (Bahiatursa)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: João Ramos (Bahiatursa)

Pescadores e fiéis festejam em cortejo marítimo,  que sai ao mar partir das 16h, em inúmeros barcos, conduzindo flores e outros presentes para a Rainha das Águas.  Esta é uma das maiores manifestações religiosas públicas do candomblé. As ruas do bairro do Rio Vermelho ficam tomadas de pessoas que se aglomeram para assistir à saída das embarcações com as oferendas. Evento que se realiza desde 1974, organizado pelos pescadores da colônia de pesca do bairro.

Iemanjá é frequentemente representada sob a forma latinizada de uma sereia, com longos cabelos soltos ao vento. Chamam-na também de Dona Janaína ou Rainha do Mar. No ano de 1923 saíram a dois de fevereiro para ofertar presentes à rainha das águas. Ano após ano os pescadores repetiram essa cerimônia. A princípio era feita em conjunto com a Paróquia do Rio Vermelho, devido ao sincretismo entre a orixá e Nossa Senhora da Conceição.

Nos anos 60 houve uma reação da Igreja Católica contra o culto pagão, fazendo com que a festa perdesse, oficialmente, a devoção à santa católica. A Igreja de Santana, localizada no mesmo local da festa, sempre mantém as portas fechadas no dia 2 de fevereiro.

Hoje em dia as homenagens a essa orixá começam de madrugada, com devotos do candomblé, da umbanda e do catolicismo colocam as ofertas e bilhetes com pedidos em balaios que serão levados para o alto mar. Esses balaios são levados por cerca de 300 embarcações, com o saveiro com a oferenda dos pescadores sempre a frente do cortejo.

As pessoas independente de religião comemoram do mesmo jeito, levando flores, perfume, champanhe, velas, mas tem gente que nunca ouviu falar da lenda da Iemanjá. A festa tem a finalidade de agradar a rainha do mar, na esperança que ela possa abençoar cada vez mais os pescadores.

Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: Rita Barreto (Setur-Ba)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: Rita Barreto (Setur-Ba)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: Rita Barreto (Setur-Ba)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: Rita Barreto (Setur-Ba)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: João Ramos (Bahiatursa)
Festa de Iemanjá no Rio Vermelho - Foto: João Ramos (Bahiatursa)
VER MAIS 8 FOTOS
 Veja também
A Bahia é festa o ano todo. Os festejos populares se sucedem, concentrados no Verão, mas se estendendo por todo o ano, incluindo as festas juninas. As manifestações folclóricas, de diversas origens se ...Saiba mais
Festa tradicional de origem portuguesa, simboliza a visita dos Reis Magos ao Menino Jesus. A programação é composta de celebração de missas, no dia 06 de janeiro, visitação ao presépio no interior da Igreja...Saiba mais
Tradicional festa de Largo, nas imediações do Mercado Modelo, com barracas de comidas típicas e bebidas, unindo a profana alegria do baiano à sagrada devoção religiosa. As três mais antigas referências...Saiba mais
Destinos Bahia
Publicidade