Ecoturismo em Mucurí

Trilha de Bike em Costa Dourada (Mucurí-Ba) Foto: Christiano Azevedo
Trilha de Bike em Costa Dourada (Mucurí-Ba) Foto: Christiano Azevedo

Estuário do Rio Mucuri
Um passeio de barco ao pôr-do-sol entre a foz do rio Mucuri e os canais do mangue, além de extremamente agradável, pode revelar a exata importância do ecossistema manguezal para a qualidade de vida regional e a manutenção da biodiversidade. As imagens do mar e do rio se misturam, tendo sempre o exuberante manguezal como pano de fundo. Quando a maré está baixa, surgem as praias de rio, de águas calmas e muito piscosas.

Observar a fauna e a flora é uma boa pedida para quem faz esse passeio, especialmente no final da tarde, quando as garças sobrevoam a área em busca dos seus ninhos; é também interessante conhecer o habitat dos caranguejos, aratus, siris, ostras, entre outros mariscos e crustáceos, e as árvores do tipo mangue vermelho e mangue branco, espécies que alcançam grande porte, de raízes aéreas que deixam à mostra verdadeiras esculturas naturais.

Principal rio do município, o Mucuri nasce na serra do Chifre, em Minas Gerais e deságua no Oceano Atlântico, margeando a cidade que lhe tomou o nome. É navegável em todo o território baiano, entre a cachoeira de Santa Clara, na divisa da Bahia com Minas Gerais, até a foz, por uma extensão de 158 quilômetros.
Duração: duas a três horas.
Dica: leve repelente de insetos se o passeio for no final da tarde. Faça contato com os pescadores no porto de Mucuri, no final da rua Ponta de Areia. Quando não estão em alto mar, muitos pescadores disponibilizam seus barcos para esse passeio.
Como chegar: fretar barco de pescadores no porto de Mucuri. O percurso dura, aproximadamente, uma hora e meia.

Passarela Ecológica Gigica
Um antigo acesso dos pescadores até o mar, para transporte de pescado e gelo, tornou-se um atrativo ecoturístico dos mais significativos de Mucuri. Quem atravessa a Passarela Ecológica Gigica participa de uma aula prática de educação ambiental, observando os ecossistemas costeiros, desde o manguezal até o mar. A passarela de madeira, rústica e segura, tem uma extensão aproximada de 300 metros e foi construída sobre o manguezal.

O destaque fica por conta de 16 placas em forma de história em quadrinhos, colocadas a cada 20 metros, contando a história de “Aucides Carango”, o “rei do mangue”, o caranguejo. O nome “Gigica” foi colocado em homenagem a um antigo pescador, que sobreviveu após quatro dias desaparecido no mar. No final da passarela, pode ser feita uma caminhada leve por uma trilha entre a restinga, seguindo até a praia e passando por uma grande amendoeira com banquinhos à sombra. Próxima à praia, uma lagoa formada pelo encontro da maré alta com a água do rio dá origem a um pequeno manguezal.

O circuito continua contornando a margem esquerda do rio Mucuri; primeiro a praia de mar aberto, depois a de “boca da barra” – a mais perigosa por causa das correntes – e finalmente a praia de rio, antes de voltar ao manguezal, sempre margeando o rio, até encontrar novamente a passarela ecológica.
Duração: duas horas.
Dica: antes de fazer a caminhada, visite o Receptivo de Ecoturismo, no início da passarela, que funciona de segunda à sexta-feira, das 8 às 11h30min e das 14 às 16h30min.
Como chegar: no final da rua Ponta de Areia, próximo ao porto de Mucuri.

Parque Ecológico do Rio Mucurizinho
O rio é mais conhecido como “Coca-Cola”, por causa da cor da água. O parque fica abaixo do ponto de captação de água para o abastecimento da cidade e é muito freqüentado durante o verão, por grupos de jovens que gostam de saltar da ponte de madeira, em meio à sombra de grandes árvores. Um banho de água doce é sempre irresistível depois do banho de mar.
Duração: 2 horas.
Como chegar: saindo de Mucuri pela BR-698, seguir 2 km e entrar em uma estrada de terra à direita, antes da ponte sobre o rio Mucurizinho. Seguir por mais 3 km até o Parque Ecológico.

Trilha de Bike em Costa Dourada (Mucurí-Ba) Foto: Christiano Azevedo
Trilha de Bike em Costa Dourada (Mucurí-Ba) Foto: Christiano Azevedo
 Veja também
Bom Jesus dos Pobres A praia exige cuidados por estar próxima ao canal onde está a foz do rio Paraguaçu. Destaque para a Capela de Bom Jesus dos Pobres, do século XVII. Há um resort nas proximidades. Duração: Tempo livre...Saiba mais
Do tupi -acará-y- (o rio dos acarás), que vêm a ser uns peixes fluviais escamosos. Localizada na zona rural de Camamu, sua principal atração é um balneário às margens de uma barragem. Como apoio local, existem...Saiba mais
Concentra atualmente uma grande comunidade de pescadores que, quando não estão pescando, alugam seus barcos e canoas para passeios turísticos na enseada de Aratu. As terras de Caboto já pertenceram ao...Saiba mais
Destinos Bahia
Publicidade