Ecoturismo em Ilhéus

Centro de Recuperação Bicho Preguiça (Ilhéus-Ba) Foto: Ceplac - Divulgação
Centro de Recuperação Bicho Preguiça (Ilhéus-Ba) Foto: Ceplac - Divulgação

Engenho Santana
Ao navegar no rio do Engenho, em uma típica chalana (embarcação de fundo chato), você pode avistar a Av. Dois de Julho, uma antiga zona portuária e comercial, que hoje abriga bares, restaurantes, o porto antigo e o hidroporto, além de passar pela ponte Lomanto Júnior - que liga Ilhéus ao bairro Pontal. Este caminho mostra de perto as belezas históricas da região, como a enseada Sapetinga e o canal Fundão - construído pelo Jesuítas para facilitar o acesso das canoas que traziam o cacau da Bacia do rio Almada (antigo rio Taipe) para o porto.

Manguezais fazem parte do caminho ao povoado do Engenho de Santana, que pertenceu à Condessa de Linhares, filha de Mem de Sá. O turista, aí, conhece a Capela de Santana, na vila do rio do Engenho, erguida provavelmente em 1548, pelos jesuítas, em estilo neoclássico - considerada uma das mais antigas capelas rurais do Brasil. O povoado é um ótimo lugar para reviver o passado e estar em contato com a natureza exuberante da região.

A chalana dá a volta para descer o rio do Engenho até encontrar o rio Cachoeira. Na margem direita está o Horto Havaí, uma reserva particular de fauna e flora, onde os turistas são recebidos com drinques de boas vindas. Ou ainda, pode-se desfrutar das corredeiras do rio do Engenho. No mês de novembro, realiza-se a Festa de Nossa Senhora de Santana neste local.
Duração: 4 horas de chalana

Dicas: No sítio histórico do Rio do Engenho foi instalado o primeiro engenho de cana-de-açúcar do Brasil. Reviva um antigo passeio feito pelos portugueses na colonização do Brasil, com o cenário ainda preservado. O almoço, opcional, é à base de frutos do mar e galinha caipira (local: Horto Havaí). No Horto Havaí se conhece o trabalho de recomposição da flora nativa através da reintrodução de espécies da Mata Atlântica. Saída da Praia do Cristo.
Como chegar: O embarque é na Praça Maramata (bairro do Pontal/Ilhéus). Segue-se de chalana pelo rio do Engenho, até o povoado de Engenho de Santana.

Jardim Botânico Mata da Esperança
De bicicleta ou a pé percorrem-se as trilhas existentes, podendo-se desfrutar das belezas naturais de um jardim botânico, com suas espécies vegetais e animais da Mata Atlântica e cachoeiras.
O visitante pode ainda ouvir a história da represa do antigo Engenho da Esperança, do qual atualmente restam alguns vestígios. Em algum lugar deste sítio deve ter funcionado, no século XVI, o Engenho da Esperança.
Duração:
3 horas a pé ou 1 hora de bicicleta.
Dica: Existem bicicletas disponíveis para aluguel no centro da cidade. É imprescindível a companhia de guia. Trilha orientada.
Como chegar:
Pela Avenida Itabuna seguir em direção à rodoviária de Ilhéus e entrar na Avenida Nova Esperança, que dá acesso ao Jardim Botânico.

Fazenda Primavera - Ilhéus
Seu proprietário recebe os visitantes pessoalmente. Abre as portas de seu museu particular, onde guarda documentos raros, dentre eles, o da doação da sesmaria a seus ancestrais portugueses
e alemães. Outras relíquias com mais de cem anos se misturam a objetos utilizados pelos artistas da novela Renascer, que exibiu em muitas cenas a fazenda.

Pode-se conhecer todo o ciclo do cacau, desde a plantação, a colheita e as pragas que atacam a lavoura, até o beneficiamento, aproveitamento das amêndoas e o processo de fermentação e secagem nas barcaças (natural ou artificial), a medição, o ensacamento e a retirada do mel para fazer geléia, e a polpa que é congelada para suco. Parte das sementes é aproveitada na confecção de chocolate caseiro. A fazenda possui restaurante e apresentação de shows regionais.
Duração: 4 horas
Como chegar:
Saindo de Ilhéus, seguir pela BR-415 (rodovia Ilhéus/Itabuna). No km 20, entrando à esquerda, chega-se à fazenda Primavera.

Fazenda Renascer - Ilhéus
Conhecer a Fazenda Renascer é percorrer o cenário onde foi gravada grande parte da novela Renascer, exibida há alguns anos pela Rede Globo. Além disso, pode-se desfrutar de belas cachoeiras e corredeiras.
Também se pode conhecer todo o ciclo do cacau, a plantação, a colheita e seu aproveitamento.
Duração: 4 horas
Dica:
O acesso em dias de chuva é precário
Como chegar:
BA-262, de Ilhéus em direção a Uruçuca; após 25 km, virar à direita. Após percorrer 4,5 km em estrada de terra, chega-se à Fazenda Renascer.

Fazenda Olandy - Ilhéus
Possui encanto próprio e muitas delícias para oferecer aos visitantes: doces, licores caseiros, biscoitos, bolos e tortas inesquecíveis são servidos em um quiosque em frente ao rio Almada. É uma fazenda de coco, porém também possui um pequeno pomar e uma bela horta. Não tem estrutura de hotelaria, mas oferece a hospitalidade das antigas fazendas.
Duração: 2 horas
Como chegar:
BA-001 de Ilhéus em direção a Itacaré; após 11 km, virar à esquerda. Localizada entre as praias do Norte e Mar e Sol.
Distrito de Rio do Braço
Antigamente era uma das áreas mais nobres e produtivas do cacau e prosperou durante cinco décadas. Na época, desenvolveu-se um comércio intenso de secos e molhados, tecidos, medicamentos e outros produtos, favorecendo a formação de um núcleo populacional de mais de 500 pessoas, sem contar os moradores de outras áreas que apareciam para fazer compras.

As terras pertenciam a apenas dois coronéis que detinham o poder e a força. Com a construção da estrada de ferro Ilhéus-Ubaitaba pelos ingleses, em 1905, o progresso chegou ao Distrito, possibilitando o transporte de mercadorias e de muitas pessoas que saíam de Ilhéus e Itabuna para fazer compras. Era grande a população flutuante de forasteiros e negociantes turcos, sírios e libaneses que percorriam aquela região fazendo com que ocorressem novas instalações e, por conseguinte, a instalação da coletoria estadual, em 1950.

Foi cenário de parte da obra do escritor Jorge Amado. Além disso, ali foram gravadas cenas da novela Renascer da Rede Globo, estando lá as bonitas construções da época, onde funcionaram o bar da Norberta e a Casa da Jacutinga. Grande parte do distrito encontra-se hoje em ruínas, mas é muito visitado pela sua história e belezas naturais, como matas, rios e cachoeiras, além de uma antiga estação de trem e uma bela mansão construída por uma arquiteto italiano, trazido para a Bahia.
Duração: 4 horas
Como chegar: Saindo de Ilhéus, percorrer 5 km pela BA-001, sentido norte; virar à esquerda para a rodovia BA-262, até o km 20. Daí, seguir 3 km por uma estrada de terra até o distrito de Rio do Braço, passando pela vila de Banco da Pedra.

Centro de Recuperação do Bicho Preguiça
Para começar, visite o Centro Educativo da Natureza, na CEPLAC (Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira), onde funciona o Centro de Recuperação que está localizado dentro da Mata Atlântica, cuja finalidade é a recuperação e re-introdução do bicho-preguiça em seu habitat.

Este mesmo espaço já foi utilizado por outro projeto de grande sucesso que foi o do Mico-leão Baiano, espécie que atualmente vive em liberdade, sendo apenas monitorada na Reserva Biológica de Una. Os animais fascinam as pessoas pela semelhança com bichinhos de pelúcia e pela sua docilidade no convívio com os humanos.
Duração: 4 horas
Dicas:
Podem ser vistas diversas espécies da fauna e da flora da Mata Atlântica. No final do passeio, não deixe de adquirir os 'bottons' e camisetas ecológicas do projeto, cuja receita é reinvestida no programa educativo. O Centro de Recuperação foi vencedor do Prêmio Natureza de 1998. A visita deve ser programada com antecedência.
Como chegar:
BR-415, rodovia Ilhéus/Itabuna, no km 20.
-Estrada Parque Ilhéus-Itacaré
Estrada sinuosa, cravada em meio a uma Área de Proteção Ambiental (ver Unidades de Conservação), atravessa parte dos municípios de Ilhéus, Uruçuca e Itacaré, com 70 km. Primeira estrada ecológica do país, além de ser também uma das mais belas e com características singulares, é rica em remanescentes da Mata Atlântica.

Ao longo da estrada, pode-se observar rios, manguezais, restingas, praias semi-desertas, coqueirais e cachoeiras. Possui pequenos equipamentos, como passarelas aéreas para os macacos, e canaletas para garantir a travessia mais segura da fauna local, como caranguejos, por exemplo. Existem mirantes como o Serra Grande e Camboinha.
Duração: 2 horas
Dicas:
Possui dois trechos de ciclovia, um em Ilhéus com 9 km, que vai até a entrada da Lagoa Encantada, e outro em Itacaré, com 6 km. Apresenta mirantes naturais que descortinam a beleza da paisagem. Conheça esta estrada com calma, percorra suas trilhas, apreciando seus detalhes. Existem empresas especializadas no aluguel de bicicletas, inclusive com guias para quem prefere o prazer de pedalar.
Como chegar:
BA-001 Norte de Ilhéus - estrada Ilhéus- Itacaré.

Centro de Recuperação Bicho Preguiça (Ilhéus-Ba) Foto: Ceplac - Divulgação
Centro de Recuperação Bicho Preguiça (Ilhéus-Ba) Foto: Ceplac - Divulgação
 Veja também
A revelação da existência de pinturas rupestres na extremidade norte das serras que integram o sistema da Chapada Diamantina, onde ficam os municípios de Juazeiro, Sobradinho, Campo Formoso e Sento Sé...Saiba mais
Fazenda modelo, com 3.012 ha, sendo um terço de mata nativa e o restante da área destinada ao cultivo do cacau, plantações de seringueiras, de pupunha e frutas (graviola, cupuaçu e jaca) e, ainda, à pecuária....Saiba mais
Sediado em Caravelas, desenvolve diversas atividades a exemplo do Programa de Educação e Informação Ambiental, que trabalha com projetos junto à comunidade, tais como: Patrulha Ecológica, Horta Comunitária,...Saiba mais
Destinos Bahia
Publicidade