EnglishPortuguese
História de Valença
Valença - Foto: Manu Dias - Agecom-Ba (Licença: cc-by-sa-3.0)
Valença - Foto: Manu Dias - Agecom-Ba (Licença: cc-by-sa-3.0)

A maior cidade turística da Costa do Dendê é, ao mesmo tempo, uma plácida cidade pesqueira e colonial do século XVIII e um dinâmico pólo comercial e de serviços da região. Famosa por seus camarões, Valença conta com um cais do porto onde o casario tem a beleza de um cartão postal antigo, ofertando ao visitante um rico patrimônio histórico que convive em harmonia com os barcos pitorescos que povoam o Rio Una, que divide a cidade. Duas pontes interligam as duas partes da cidade.

Valença reúne os principais estaleiros da Bahia, onde são construídos barcos, saveiros, veleiros, escunas e até caravelas, como a réplica da nau Nina da pequena frota de Cristovão Colombo, que foi feita especialmente para o filme 1492: A Conquista do Paraíso, de Ridley Scott.

Com localização privilegiada, a Igreja de Nossa Senhora do Amparo (século XVIII) pontifica sobre a cidade, do alto de uma colina (Alto do Amparo) de onde se avista o mar e de onde se tem a melhor vista de Valença, também orgulhosa dona de uma castanheira secular que é ponto de visitação obrigatória. A igreja foi construída em 1757 dedicada a Nossa Senhora do Amparo, padroeira dos operários.

Situada no Largo da Matriz, a Igreja do Sagrado Coração de Jesus foi construída em 1759. Possui belas imagens sacras dos séculos XVIII e XIX. Em frente ao porto fluvial destaca-se o Paço Municipal de Valença, antiga residência nobre, com suas sete portas altas e sete janelas altas com arcos ogivais, construída em 1849 pelo capitão-mor Bernadino de Sena Madureira, um dos proprietários da fábrica de tecidos Nossa Senhora do Amparo.

Este Paço Municipal é considerado o segundo melhor do Estado, apenas inferior ao da Capital. Merece igual referência o conjunto dos belos sobrados coloniais do centro da cidade, tais como os sobrados da Praça da República que datam do século XIX, formando com o Teatro Municipal um importante conjunto histórico; o Fórum Gonçalo Porto de Souza, construído no século XVIII e antiga residência de um conselheiro da República.

A forte concentração populacional em Valença deveu-se ao surto de industrialização ocorrido em meados do século XIX sob a liderança da Companhia Valença Industrial que resultou na fusão das fábricas de tecido Todos os Santos e Nossa Senhora do Amparo.

Conheça mais sobre Valença
Destinos Bahia
Publicidade