Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanHindiItalianJapanesePortugueseRussianSpanish
História de Barreiras
Cachoeira do Redondo - Foto: Rita Barreto - Setur-Ba  (Licença: cc-by-sa-3.0)
Cachoeira do Redondo - Foto: Rita Barreto - Setur-Ba (Licença: cc-by-sa-3.0)

Antiga sesmaria de Antônio Guedes de Brito que se dedicava à lavoura e criação, foi transformada na Fazenda Tapera, surgindo as primeiras moradias. Logo formou-se um porto. A grande abundância de mangabeiras no local, de cuja seiva se fazia a borracha, foi importante para seu crescimento e em 1881, criou-se a freguesia, anexada ao Município de Angical. Em 1891 foi instalado o Município de Barreiras, emancipando-se de Angical. Até o final da década de 20, manteve um baixo processo de ocupação e um lento crescimento da economia, quando em 1928, com a inauguração da hidrelétrica (segunda do Estado da Bahia) e a chegada da energia elétrica, viveu uma época de prosperidade econômica, com a instalação de um grande frigorífico, beneficiadoras de arroz e algodão, curtumes, fábrica de fios de algodão, além da extração de borracha da mangabeira, produto abundante na região.

Em 1964 foi desativada a hidrelétrica, a navegação e o aeroporto de Barreiras fazendo com que o Município entrasse em decadência. Na década de 70, com a chegada do 4º BEC, a conclusão de BR-242 (Salvador/ Brasília) e a implantação de projetos de irrigação da Codevasf, o Município de Barreiras entra numa nova fase de desenvolvimento e passa a ser um centro urbano importante.

Conheça mais sobre Barreiras
Destinos Bahia
Publicidade