História de Praia do Forte
Praia do Forte - Foto: Ascom - Setur
Praia do Forte - Foto: Ascom - Setur

Uma antiga vila de pescadores deu origem ao que é hoje a Vila de Praia do Forte, onde o rústico e o requintado podem ser vistos por suas poucas ruas, que seguem o traçado natural das clareiras entre o coqueiral. Além dos diversos atrativos naturais o local ainda abriga um dos mais importantes monumentos da construção civil das Américas.

A Casa da Torre de Garcia d'Ávila - Um dos mais importantes e significativos monumentos do patrimônio histórico e cultural brasileiro é a ruína da Casa da Torre de Garcia d'Ávila, considerada a primeira grande edificação portuguesa no Brasil, com acentuada característica de castelo medieval, o único exemplar nas Américas. O Castelo, como também é denominado, começou a ser construído em 1551 por Garcia d'Ávila, que chegou à Bahia em 1549, com o primeiro governador-geral Tomé de Souza, no cargo de almoxarife real.

O Castelo foi concluído em 1624 pelo herdeiro e neto de Garcia d'Ávila, Francisco Dias d'Ávila, está situada a 70m acima do nível do mar, a 2,5Km da praia e 3Km da Vila dos Pescadores. As terras serviam como pastagens para o gado, proveniente da Índia, e como área para o cultivo do coco, espécie introduzida no Brasil em 1553.

Conta a história que, daquela 'Torre', saíram não só as forças de defesa do Brasil contra invasores estrangeiros e piratas. Dali partiram, também, as bandeiras dos desbravadores do Nordeste, que penetraram os sertões atravessando o Rio São Francisco com boiadas, prolongando os domínios dos Garcia d'Ávila até o Piauí e o Maranhão. O Morgado da Torre constituiu-se no maior latifúndio do mundo, com 129 fazendas que ocupavam 800 mil quilômetros quadrados, ou seja, um décimo do território brasileiro.

A Casa da Torre teve representação notável na história da colonização e defesa do Brasil durante mais de três séculos, por dez gerações que se sucederam até a fundação e consolidação do Império. Em 1835, com a extinção do regime dos morgados, o Castelo foi abandonado e, no meio do século 19, já era uma grande ruína, que foi tombada pelo SPHAN em 1938. Hoje é um dos principais pontos turísticos da Praia do Forte tendo passado pela consolidação de suas ruínas e restauração da capela. Hoje, a Casa da Torre é de propriedade da Fundação Garcia d'Ávila sendo possível visitar as ruínas e ainda contemplar a vista do coqueiral diariamente das 09 às 17h. Informações: Fundação Garcia d'Ávila - - Horário: Segunda a sexta das 08h30 às 12h e das 14 às 18h.

Capela São Francisco de Assis - A capela foi construída pelos pescadores em 1900. Possui hoje um acervo que foi doado pelo artista plástico Carlos Bastos e tem como santos principais: São Francisco, São Benedito e Nossa Senhora da Conceição. Horário: Segunda a sexta das 14 às 18h. Sábado e domingo das 08 às 12h e das 14 às 18h.

Conheça mais sobre Praia do Forte
Destinos Bahia
Publicidade