EnglishPortuguese
Pontos Turísticos em Entre Rios
Praia de Subaúma Foto: Rita Barreto - Setur
Praia de Subaúma Foto: Rita Barreto - Setur

Cachoeiras

Cachoeira dos Índios
A ponte estreita de madeira, no melhor estilo indígena, e a cachoeira em meio à mata, são elementos que integram o convite para um dia perfeito junto à natureza. Formada pelo rio Subaúma, a cachoeira dos Índios é um atrativo recém descoberto pelos desbravadores do ecoturismo na região. A queda d´água, de aproximadamente 5 metros de altura, forma um poço natural, excelente para banho. Está situada a cerca de 5 km da Linha Verde, do lado oposto ao mar. Nas proximidades da cachoeira existe uma área para piquenique e uma trilha em meio à mata densa.
Duração: 3 horas.
Dica: contrate um guia no Café da Ponte, na Linha Verde, próximo ao acesso à Subaúma.
Como chegar: sair de Porto Sauípe por 6 km em direção à Linha Verde e seguir 21 km em direção norte, passando pelo acesso à Subaúma. Continuar por estrada de terra, à esquerda, por mais 5 km, até o local para o estacionamento. Depois, seguir por trilha a pé, por 15 minutos, passando por uma ponte de madeira até a cachoeira.

Rios

Rio Sauípe 
Principal rio da sua bacia hidrográfica, limitada ao norte pela bacia do rio Subaúma e ao sul pela bacia do rio Imbassaí. O rio Sauípe nasce ao sul da cidade de Entre Rios, perfazendo um percurso de 80 km em direção ao mar. O pacote turístico conhecido por Expedição Sauípe é a melhor maneira de conhecer o rio. O traslado é feito em jipe e caminhada de aproximadamente 15 minutos por área de mata de restinga até às margens do rio Sauípe. O grupo embarca em canoas de madeira, típicas dos pescadores locais, e todos podem participar remando.

Acompanhado por um guia local, conhecedor da fauna e flora, o grupo desce o rio Sauípe, margeando o manguezal, até a foz. Após 30 minutos a remo, a canoa alcança a barra do rio onde o grupo pode desfrutar de um delicioso banho de rio ou mar. Já o passeio no rio Sauípe é feito em botes de alumínio com motores de popa, com capacidade para 8 pessoas, acompanhado de um guia local. Durante aproximadamente 1 hora e meia são percorridos 14 km de rio (ida e volta), com uma parada para descanso e banho na foz do rio.

Grande parte do trecho percorrido encontra-se com mata ciliar em bom estágio de conservação, onde árvores frutíferas nativas se encarregam de atrair a avifauna. É obrigatório o uso de colete salva-vidas durante o percurso de barco.
Duração: 3 horas.
Dicas: leve repelente, filtro solar, boné ou chapéu, roupas leves, calçado confortável. É obrigatório o uso de colete salva-vidas durante o percurso de barco.
Como chegar: o rio Sauípe margeia a vila de Porto Sauípe e a melhor maneira de fazer o passeio é através de agências de turismo receptivo em Praia do Forte.

As Praias de Entre Rios:

Barra do Rio Sauípe
A praia é de ondas fortes e areia branca, apresentando trechos com recifes que formam piscinas naturais, bons para pesca e banho. Na margem esquerda do Sauípe a praia é de águas calmas e grande faixa de areia com barracas. Do outro lado, o manguezal denso cobre toda a margem do rio. É também porto pesqueiro.

Praia de Naturismo de Massarandupió
São 1.800 metros de pacífica nudez, liberdade, fraternidade, alegria, descontração, respeito e paz para os adeptos do naturismo. A área foi criada em julho de 1999, através de decreto da prefeitura de Entre Rios, que autorizou a Associação Massarandupiana de Naturismo, AMANAT, a desenvolver a prática de naturismo em caráter permanente, na praia de Massarandupió, na área litorânea de 2.000 m de extensão, a partir da marca de 1.800 m, contados do local onde estão instaladas seis barracas de praia, seguindo a direção sul. Vale salientar que a nudez só é liberada (e até obrigatória) dentro da reserva naturista. Sob hipótese alguma é tolerada a nudez nos arredores ou no povoado.

Subaúma
Praia urbanizada com muitas barracas e restaurantes. A presença de recifes na faixa costeira provoca ondas fortes, especialmente na maré alta. A pequena Igreja de Senhor do Bonfim fica próxima à praia, de costas para o mar, bem no centro da vila. No final da área urbana, onde há um farol da Marinha, a praia já oferece melhores condições para o banho de mar.
Dicas: é preciso cautela para o banho de mar.

Balneário da Passagem
Uma curva do rio Sauípe, próximo ao povoado de Canoas, transformou-se em local para banho muito freqüentado pela comunidade e por visitantes. Oferece pequena infra-estrutura de bar e restaurante.
Duração: 2 horas.
Como chegar: percorrer 2 km, saindo de Porto Sauípe, pelo acesso à Linha Verde, até a vila de Canoas; o Balneário fica à direita.

Porto Sauípe
Praia urbana onde coqueiros e dunas formam a paisagem que apresenta trechos de pedras, com ondas fortes, e outros de areia fina e solta. Em frente ao centro urbano há um grande trecho de pedras que favorece a pesca de arremesso. As ondas fortes tornam o banho perigoso para quem não conhece a geografia do lugar. Por toda a faixa costeira há uma grande concentração de bares, restaurantes e pousadas. A presença de mulheres que trançam artesanato em palha de piaçava é uma constante no local.

Massarandupió
Possui uma faixa litorânea de cerca de 8 km de extensão total de rara e quase intocada beleza, estando no coração da ZPR (Zona de Proteção Ambiental Rigorosa) da APA do Litoral Norte da Bahia. Na entrada principal da praia, entre as dunas, há algumas barracas. A praia é quase retilínea, de areia fofa e clara, mar calmo, apresentando pequenas faixas de rochas na linha de preamar em alguns pontos. Toda a extensão é emoldurada por uma alta fileira de dunas cobertas por vegetação rasteira e coqueiros.

Por trás do cordão de dunas há um vale de cerca de 500 metros de largura até uma segunda linha de dunas, ainda mais altas, de areias muito brancas, que limitam a vegetação mais densa de Mata Atlântica por trás destas. O vale entre as dunas do mar e da mata é cortado por um riacho de águas ferruginosas muito quentes à tarde, totalmente livres de qualquer poluição e que formam piscinas naturais em alguns pontos.

Ao norte da entrada principal da praia, o vale ainda apresenta um manguezal intacto de cerca de 2 km de extensão até a foz do riacho, que fecha Massarandupió pelo norte, fazendo limites com Subaúma. Para o sul da entrada principal pela praia, cerca de 1,5 km adiante, existem alguns blocos de lajes rochosas na linha de preamar, que inviabilizam o banho, mas o visual bonito e a pesca farta compensam. Uns 300 metros mais ao sul está o balizamento da entrada oficial da reserva naturista, com uma faixa de adaptação à nudez de 200 metros, onde homens devem despir-se totalmente e mulheres podem permanecer de 'top-less'.

Barra do Rio Subaúma
O rio nasce em Olhos d´Água, no município vizinho de Itanagra, e deságua exatamente no ponto de divisa entre Esplanada e Entre Rios. A foz é protegida por um banco de areia que facilita a travessia de pedestres na maré baixa, enquanto os barcos só conseguem aportar na maré alta. O local é completamente urbanizado com barracas de praia, restaurantes e pousadas. O banho de mar e de rio são favoráveis nesse trecho que também é excelente pesqueiro de robalo, pescada, canapum, vermelho e bagre. Os mergulhadores também se fartam de lagosta.

Canoas
Área urbana próxima ao rio Sauípe, com muitos restaurantes, bares e pousadas. É passagem para Porto Sauípe e a área de lazer mais próxima é o Balneário da Passagem.
Duração: 1 hora.
Como chegar: percorrer 2,5 km, após a saída de Porto Sauípe, pelo acesso à Linha Verde até a vila de Canoas.

Conheça mais sobre Entre Rios
Destinos Bahia
Publicidade