Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanHindiItalianJapanesePortugueseRussianSpanish

Invasão holandesa

Invasão Holandesa - Foto/Reprodução: Tok de Historia
Invasão Holandesa - Foto/Reprodução: Tok de Historia

A invasão holandesa no Brasil começa no começo do século XVII. Foi na Bahia que ocorreu a primeira tentativa de implantar uma colônia no Brasil pelos holandeses. Estes conheciam o Brasil e mantinham relações amistosas com os portugueses, durante os reinados de João III, D. Sebastião e o cardeal D. Henrique. A situação mudou quando colônias portuguesas e espanholas foram anexadas, e os navios flamengos próximos aos portos dominados, europeus, africanos, asiáticos e americanos, foram confiscados. A notícia de que os holandeses chegariam a invadir o Brasil chegou à Colônia, o que levou Diogo de Mendonça Furtado, governador geral da Colônia, a tomar as providências necessárias, mas com certas dificuldades.

O sonho holandês de querer dominar e se apossar do Brasil Colônia era antigo. O fato de os neerlandeses, como também são chamados os holandeses, desfrutarem-se do lucro e da participação comercial tornou a Espanha um verdadeiro inimigo da Colônia. Por isso, em 3 de junho de 1621, a Carta Patente criou a Companhia Privilegiada das Índias Ocidentais, para que os espanhóis pudessem ter a oportunidade de se apossar da Colônia.

A chegada dos holandeses ao Brasil ocorreu de fato no dia 8 de maio de 1624. Em apenas dois dias de luta, estes já dominavam a capital do Brasil Colônia. Essa rebelião provocou a prisão de Diogo de Mendonça Furtado, governador geral, assumindo em seu lugar Johan Van Dorth, que governou por um curto período de tempo, devido à sua morte. O mesmo aconteceu com o seu sucessor, Albert Schenteu, e assumiu o governo geral o senhor Wielen Schauten. Algum tempo depois, quando, em Pernambuco, o Matias de Albuquerque assumiu o governo, enviando, sob o comando de Francisco Nunes Marinho, um reforço à Bahia.

O rei espanhol Filipe II, sabendo da grande derrota e das consequências negativas, tentou tomar as decisões mais firmes, e foi o responsável pelo enviu de uma frota de setenta navios, com um total de doze mil homens marinheiros. Essa frota é considerada a maior entre as que já haviam atingido toda a América até aquele período, ficando conhecida e registrada na história como o episódio da Jornada dos Vassalos. Já em 1625, a Bahia havia sido capitulada, quando Salvador, capital do Brasil Colônia na época, foi surpreendida por uma armada que chegou àquele local em 22 de março daquele ano. Cerca de quarenta dias depois (1º de maio), Salvador estava libertada, mas os holandeses não desistiam do sonho de se apossarem do Brasil.

A invasão dos holandeses no Rio Grande do Norte finalmente ocorreu por volta de 1633/1634. Natal passou a ser chamada de Nova Amsterdam. Foi justamente nesta época que os documentos sobre a fundação de Natal foram destruídos, por isso há dúvidas sobre a fundação da cidade. Essas invasões preocupavam Portugal naquele momento. Devido à localização geográfica do Rio Grande do Norte, no ponto mais estratégico da costa brasileira, o rei retomou a posse da Capitania do Rio Grande, ordenando a construção de um forte com o objetivo de expulsar os holandeses, fato que ocorreu apenas em 1654

 Veja também
Ao longo de sua história, seu território sofreu invasões de povos estrangeiros, sendo os principais os franceses e holandeses. Após ser subordinado ao governo-geral do Estado do BrasilSaiba mais
Fortaleza dos Reis Magos, local onde, segundo historiadores, foi a primeira sede de administração da Capitania do Rio Grande do Norte.Saiba mais
A Fortaleza da Barra possuía como sendo Pero Mendes de Gouveia como capitão-mor, mais um efetivado de apenas oitenta homens.Saiba mais
Destinos Rio Gr. do Norte
Publicidade