Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanHindiItalianJapanesePortugueseRussianSpanish
Vitória - Cultura - Agenda Festiva
Desfile carnavalesco de Vitória - Foto: Fabio Goveia - (Licença cc-by-sa-2.0)
Desfile carnavalesco de Vitória - Foto: Fabio Goveia - (Licença cc-by-sa-2.0)

Principais Festas tradicionais de Vitória

As Festas Capixabas são influenciadas por tradições portuguesas, africanas, italianas e alemãs, que coexistem e se mesclam num surpreendente mosaico que abriga desde as Festas da culinária Italiana e Alemã, até as Religiosas e a encenação dos romances cantados e cantigas de roda da Península Ibérica aos ritmos quentes do congo, das chulas e lundus originados da África e que foram festivamente realizados nas senzalas brasileiras.

A Festa da Penha é a maior manifestação religiosa do Espírito Santo e apontada como a terceira maior festa religiosa do país, atrás apenas das comemorações da Padroeira do Brasil, em Aparecida, São Paulo e do Círio de Nazaré, em Belém no Pará. Nossa Senhora da Penha, padroeira do Estado, tem sua festa em data móvel que ocorre oito dias depois do Domingo de Páscoa, normalmente no mês de Abril. Principal festa religiosa do Estado, reúne grande multidão de fiéis e turistas no convento da Penha e cercanias. No que se refere às atividades religiosas, são celebradas missas no Campinho (no alto da ladeira do convento) e procissão dos homens que, partindo de Vitória, segue em direção ao convento entoando vivas e implorando proteção à Virgem.

A Festa da Polenta foi idealizada pelo padre Cleto Caliman. O evento começou como um grande almoço comunitário. Nos dias 7, 8 e 9 de setembro de 1979 aconteceu a primeira festa numa estrutura improvisada no pátio do Colégio Salesiano (hoje Fioravante Caliman). Um público de cerca de 150 pessoas, formado pelas famílias de Venda Nova, degustou a polenta e outros pratos típicos.

Nas Festas Capixabas destacam-se também as manifestações da cultura popular capixaba, como a banda de Congo 'Amores da Lua', a mais famosa de Vitória e as Bandas de Congo da Associação de Bandas de Congo da Serra. O Jongo, o Caxambu e o Catambá são danças cantadas por Grupos folclóricos. Tais cantorias aão precursoras do atual Samba; o Reis-de-Boi e as Pastorinhas, folguedos de origem bíblica que comemoram o nascimento de Jesus; e o Ticumbi de Conceição de Barra, tradicional bailado em louvor a São Benedito. E no artesanato, destacam-se as famosas paneleiras com seus artefatos de barro queimado, e os trabalhos com conchas das regiões de Guarapari e Piúma.

O Ticumbi, o Boi Pintadinho e as Pastorinhas são pontos altos do folclore capixaba. As festas se realizam de dezembro a janeiro, e colorem, com trajes típicos, diversas regiões do Estado.

werwre
Conheça mais sobre Vitória
Conheça Vitória
Publicidade