Pontos Turísticos em Corumbá
Avenida General Rondon Avenue - Foto: Jeronimo Freitas Rodrigues de Carvalho (Licença-cc-by-sa-3.0)
Avenida General Rondon Avenue - Foto: Jeronimo Freitas Rodrigues de Carvalho (Licença-cc-by-sa-3.0)

Casa da Escultora -Na casa das Artes Izulina Xavier estão expostos artesanatos confeccionados em pó de pedra e concreto, cerâmica e entalhes de madeira. Está aberta entre as 8 e às 17 hs, durante a semana.

Igreja Nossa Senhora da Candelária - Inaugurada com solenidade em 1877 , a igreja localizada em frente a Praça da República tem em seu altar um brasão da Coroa portuguesa

Santuário Mª Auxiliadora - No Santuário está a escultura de madeira de lei construída na década de 50 pelo artista plástico Burgoso, amigo pessoal de Pablo Picasso, que viveu em Corumbá e deixou inúmeras obras de madeira e gesso. Funciona na rua Dom Aquino Correia das 13 hs às 20 hs.

Cacimba da Saúde - Próximo a Casa do Massa Barro existe um minadouro de água gelada e transparente. Sua nascente exibe o leite de pedras na qual é formada. Há quem diga que suas águas são medicinais. Ali revela um lugar onde meninos do local se encontravam para brincar e se banhar naquele lago. Hoje, temos um portal que se abre para o Parque da Cacimba, inaugurado em junho de 2003.

Casa do Artesão - No prédio que até os anos 70 funcionava a cadeia pública, pode se encontrar artesanato em couro, madeira e cerâmica feito por artesãos da região, além do artesanato indígena. Sem falar dos mais deliciosos licores caseiros. Não existem registros da construção do prédio, apenas de sua primeira restauração (1893). A casa foi fundada em 1975 e teve as celas transformadas em lojas comerciais ou locais de produção.

Instituto Luiz de Albuquerque - No museu pode se encontrar animais empalhados, peças de várias tribos indígenas da região, sessões de artes plásticas e de artesanato em couro e barro, utensílios usados nas fazendas centenárias, objetos pessoais dos primeiros desbravadores do Pantanal e do Marechal Cândido Maria da Silva Rondon. O prédio de arquitetura francesa construído em 1922 para abrigar um grupo escolar foi restaurado para dar espaço, além do museu, há duas bibliotecas.

Ladeira Cunha e Cruz - Conhecida também como 'Ladeira da Candelária' é um dos principais acessos ao Porto Geral e ao rio Paraguai. Seu nome é uma homenagem a um capitão da tropa brasileira que derrotou os paraguaios. No local travou-se a sangrenta batalha de 13 de junho de 1867. Uma Segunda ladeira, a José Bonifácio construída em 1922 também liga o centro da cidade ao porto.

Escadinha da Quinze - Seus 126 degraus dão acesso da parte alta da cidade ao Porto Geral. Construída em 1923 foi restaurada pela Prefeitura. Situada no cruzamento da Avenida General Rondon com a Quinze de Novembro proporciona uma vista inesquecível do rio Paraguai e do Pantanal.

Praça da Independência - Antigo zoológico da cidade, apenas outras três praças (duas no Brasil e uma na Alemanha) têm o seu estilo arquitetônico. Possui um coreto em forma octogonal importado da Alemanha, de onde veio também o mosaico do calçamento da parte externa. As quatro esculturas que representam as estações do ano foram esculpidas na Itália em Pizza e doadas pôr um conde italiano que veio caçar no Pantanal. As plantas nativas da região, como o carandá, a bocaiúva eo ipê-roxo, integram a diversificada arborização. Os corumbaenses reverenciam na praça os heróis da Guerra do Paraguai e da 2ª Guerra Mundial. A Praça foi inaugurada em 1917. >> Fotos Praça da Indepêndencia

Forte Coimbra - Localizado numa área de difícil acesso (apenas de avião ou barco) foi construído em 1775 para defender o território brasileiro contra as invasões espanholas. Foi cenário também de batalhas na época da Guerra do Paraguai. Tombado em 1975 hoje cedia a artilharia de costa da 18º Brigada de Infantaria de Fronteira do Exército.

Casario do Porto - Tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1992, o cartão postal da cidade ainda guarda vestígios de um período de grande prosperidade. Os prédios abrigavam grandes empórios, 25 agências bancárias internacionais, curtumes e a primeira fábrica de gelo do Brasil. O prédio wanderley, Baís&Cia, construído em 1876 é um dos mais belos do porto, no local funciona hoje a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Turismo e a Fundação de Cultura do Pantanal.

Outro casarão de igual valor arquitetônico é a casa Vasquez & Filhos, construída em 1909 pelo arquiteto italiano Martino Santa Lucci. O casario que fica no Porto geral é um dos principais pontos turísticos da cidade. Em 1814, foi o 3º maior Porto da América Latina. Desembarcavam de transatlânticos com mercadorias para compra e venda da Europa para o Brasil.

Forte Junqueira - Construído em 1871 logo após a Guerra do Paraguai, está localizado numa área privilegiada de onde se avista o Pantanal. Os doze canhões fabricados na Inglaterra nunca foram usados. As paredes são de calcário e tem meio metro de espessura. O Forte que está situado hoje dentro do Quartel do 17º Batalhão de Caçadores tem esse nome em homenagem a José Oliveira Junqueira, Ministro da guerra na época de sua construção.

 

Conheça mais sobre Corumbá
Destinos Mato Grosso do Sul
Publicidade