Pontos Turísticos em Bonito
Macacos selvagens - Foto: Sergio Alexandre Korn Dorfer (Licença-cc-by-sa-3.0)
Macacos selvagens - Foto: Sergio Alexandre Korn Dorfer (Licença-cc-by-sa-3.0)

São variedades incontáveis das atividades oferecidas em Bonito que, para não perder nada, deve-se fazer um bom planejamento - mesmo porque na maioria dos passeios só são realizados através das agências receptiva locais, sendo assim imprescindível reservar com bastante antecedência. Inclusive a maioria das atrações têm limite diário de número de visitantes. Os preços também variam conforme a exclusividade (Privativo ou coletivo) além é claro deve-se levar em consideração a complexidade do programa. Quem optar por fazer rapel e mergulho no abismo Anhumas, por exemplo, deve reservar um dia inteiro para a aventura.

Veja abaixo os principais pontos turísticos de Bonito:

Abismo Anhumas
01 de 15 Programas Clássicos em Bonito ( 2 dicas , 4 fotos )

Um buraco no chão é a porta de entrada para o abismo de 72 metros, iluminado por fendas entre as rochas. Lá embaixo, um lago gigantesco de águas transparentes e 80 metros de profundidade ganha cores ora verde esmeralda, ora azul anil, dependendo da intensidade da luz.

Mergulho e rapel no abismo Anhumas
Nadar nos rios da região é como mergulhar em um aquário, tamanha a visibilidade. A sensação é garantida graças à composição calcária das rochas onde nascem os rios. A correnteza suave conduz os visitantes à flutuação sobre dourados, pintados e piraputangas. Basta colocar uma máscara e um snorkel para confirmar que Bonito é lindo até debaixo d´água.

Gruta do Lago Azul
O visual incrível da gruta reúne um lago cristalino de águas azuis com 90 metros de profundidade e 120 metros de largura; e rochas calcárias tomadas por estalactites e estalagmites. Para chegar até lá, vence-se com facilidade e emoção os quase 300 degraus de uma escadaria rústica. O tombamento como monumento natural, feito pelo Iphan.

Fechada desde 2005 por falta de licença, a lagoa foi reaberta em julho de 2011. Perfeita para a prática de flutuação e mergulho, tem peixes coloridos e águas azuis que impressionam pela incrível transparência e visibilidade. A Lagoa Misteriosa é considerada a sétima caverna mais profunda do país e uma das mais profundas cavernas.

Lagoa Misteriosa
Os passeios pelas estâncias e fazendas da região apresentam dezenas de cachoeiras. Com quedas de diversos tamanhos e piscinas naturais, podem ser exploradas em simples banhos ou em atividades radicais, como o rapel na Boca da Onça, a maior cachoeira da região, com 156 metros.

Rafting no Rio Formoso
Uma das propriedades mais bonitas da região, reúne 11 cachoeiras em um único passeio de 1,7 km (a caminhada é tranquila, com três paradas para banho). Próximos à sede estão a nascente do Rio Chapena e uma lagoa de água cristalina, onde há passeios de barco e caiaque. Há também cavalgadas.

Gruta de São Miguel
Antes de começar a aventura, um vídeo explica o processo de formação da gruta. Em seguida, caminha-se por uma trilha suspensa de 180 metros até a principal abertura, onde é comum avistar araras, morcegos e corujas albinas. Dentro, estalactites, estalagmites, cortinas e as curiosas pérolas de cristais de calcita chamam a atenção.

Parque Ecológico Rio Formoso
Reúne várias atrações: trilha de 1,8 km e flutuação no Rio Formoso; cavalgadas; boia-cross; mountain bike e mergulho. A compra de qualquer um dos passeios dá direito a passar o resto do dia na lagoa do parque, com tirolesa, caiaque, stand up paddle e pedalinho.

Balneário Municipal
Freqüentado pelos moradores da região, o balneário é um bom local para mergulhar nas águas cristalinas do rio Formoso e nadar em meio aos coloridos peixes de diversos tamanhos. Mais próximo do Centro e com taxas em conta, oferece ainda quadra de vôlei de areia, campo de futebol de areia, lanchonete e aluguel de equipamento.

Buraco das Araras
Um mirante descortina vista panorâmica da gruta de 120 metros de profundidade e 160 metros de diâmetro. O interior, que teve o acesso interditado, é habitado por uma infinidade de araras vermelhas e papagaios. Das trilhas e do mirante é possível acompanhar o vôo das dezenas de aves coloridas.

Comprar artesanato e cachaça
O artesanato produzido pelos índios das tribos terena e kadiwéu, como objetos de decoração e acessórios confeccionados com sementes, são os destaques no comércio de Bonito. Também os móveis rústico, feitos com madeiras nobres recicladas, chamam a atenção. A maioria das lojas está concentrada na rua Coronel Pilad Rebuá.

Praia da Figueira
Bonito também tem praia! Na verdade, é uma lagoa de 60 mil metros quadrados, mas com características que remetem ao litoral, como os quiosques de sapê e a infraestrutura para a prática de vôlei de areia e frescobol. Nas águas cristalinas, a diversão fica por conta da flutuação em meio aos peixes coloridos.

Balneário do Sol
É a melhor escolha para quem está com as crianças: a atração é uma enorme piscina natural, com cachoeira e tirolesa. A estrutura conta com restaurante, área com churrasqueiras e quadras poliesportivas.

A palestra começa às 19h e é ministrada todos os dias pelo paulista Henrique Naufal, que conversa normalmente com uma jibóia enrolada no pescoço. O criador de cobras dá praticamente um show de uma hora falando sobre a importância da preservação do animal, da desmistificação das serpentes não peçonhentas e também do trabalho de educação ambiental.

Conheça mais sobre Bonito
Destinos Mato Grosso do Sul
Publicidade