Chimarrão Gaucho

Chimarrão gaucho - Foto: Alex Silva
Chimarrão gaucho - Foto: Alex Silva

O chimarrão é uma bebida característica da Região Sul, com herança das culturas indígenas guarani, caingangue, quíchua e aimará. Trata-se de um preparado semelhante a um chá, feito com mate amargo e bebido numa cuia através de uma espécie de canudo metálico, a bomba.

Ingredientes:

  • Erva-Mate para chimarrão (opte pela erva mais verde)
  • Uma bela cuia
  • Uma bomba de prata folheada à ouro (caso não seja rico, pode ser um bomba comum mesmo)
  • Um aparador (pode ser uma tampa plástica lisa)
  • Uma térmica com água quente
  • Um copo de água morna

Como fazer:

Cevando o mate (termo gaúcho para o preparo do chimarrão)

    Tampe a cuia com o aparador
    Tombe a cuia de lado e agite na horizontal para posicionar a erva corretamente
    Levante a cuia um pouco (em valores mais precisos + ou - 45 graus)
    Retire o aparador vagarosamente e verifique se a erva ficou bem acomodada (veja fotos abaixo)


Colocando a água

    Pegue o copo com água morna e derrame vagarosamente a água pela parede da cuia. Obs: não utilize água quente porque pode estragar a erva. Alguns mais aventurados fazem esse primeiro com cachaça.


erva1erva2
erva3erva4
Obs: Repare no pé do vivente. Sim, aquilo é uma Alpargata, um calçado típico do povo gaúcho. A dele já está bem surrada

Introduzindo a bomba

    Pegue a bomba e tampe o bocal com o dedão
    Coloque a parte de trás da bomba contra a parede de erva
    Coloque a bomba até o fundo (de prefência bem próxima da parede de erva)
    Ainda com o bocal tampado gire a bomba no sentido anti-horário (+ ou - 90 graus, até que a bomba fique reta)
    Agora sim, pode retirar o dedão do bocal

Finalizando

    Vá para a pia da cozinha (ou fora de casa, nunca na janela do apartamento), puxe essa água e cuspa fora (é a primeira nunca é boa)
    Agora se você quiser (e tiver) poderá despejar alguns chás, ervas, etc. na cuia e um pouco sobre a parede de erva para que você possa ir despejando quando desejar


Regras para tomar o chimarrão

    A cuia é de uso comum, portanto não tenha nojo (claro também não vai oferecer para alguém que esteja com sapinho ou algo pior na boca)
    Chimarrão não é igual tereré, logo não tente tomar toda a água em um único gole (isso é perigoso !! experiência própria). Tome com calma
    Cuia também não é microfone. Não demore muito
    Evite (melhor NUNCA) mexer na bomba. Em casos extremos, se a bomba estiver trancada gire-a um pouco para cada lado
    Nunca deixe um chimarrão pela metade. Você sabe que o mesmo terminou através do tradicional ronco da bomba


Obs: Existem outras inúmeras regras, mas não iremos colocar aqui por falta de espaço no servidor
Obs2: A forma apresentada aqui é para quem é destro (acredite tem isso também), pois você irá segurar a cuia com a mão esquerda e irá completá-la com água com a mão direita (pense, a térmica é mais pesada que a cuia)

Preparando para o próximo

    Geralmente sobra uma erva seca na parte superior da cuia, reserve um pouco
    Jogue o resto da erva no lixo e passe uma água dentro da cuia (limpe bem)
    Deixe escorrer um pouco
    Jogue a erva que você reservou dentro da cuia e espalhe por toda a cuia
    Faça isso toda vez, pois assim você curando a cuia e terá um bom chimarrão
    Não esqueça de limpar a cuia quando for fazer um novo chimarrão. Isso pode ser feito raspando essa erva com a mão.




Fonte: Autores Ricardo (Gaúcho) e Emerson

Chimarrão gaucho - Foto: Alex Silva
Chimarrão gaucho - Foto: Alex Silva
 Veja também
O churrasco, a carne de charque – que é consumida em fins de semana e festas familiares, quase como um ritual – e os pratos de origem italiana e alemã, trazidos pelos imigrantes são tradições na gastronomia...Saiba mais
De fácil preparo, composto basicamente de arroz cozido com pedaços de charque picados, o arroz de carreteiro é mais um prato derivado da abundância de carne na região. Era o único prato que os carreteiros...Saiba mais
Foi natural o processo da carne assada sobre um fogo de chão se tornar o prato tradicional da região, tendo em vista que o Rio Grande do Sul foi a primeira maior área de criação bovina no país. Preparado...Saiba mais
Destinos Rio Grande do Sul
Publicidade