História de Serra da Bocaina
Nascer do sol com a beleza dos pinheiros do Paraná - Foto: Heris Luiz Cordeiro Rocha (Licença-cc-by-sa-3.0)
Nascer do sol com a beleza dos pinheiros do Paraná - Foto: Heris Luiz Cordeiro Rocha (Licença-cc-by-sa-3.0)

No século XVIII, com o Ciclo do Ouro, a região chamada hoje de Vale Histórico começou a ser explorada, principalmente com o transporte, no lombo de mulas, do ouro de Minas Gerais para Parati e deste porto para a Europa. A conhecida Trilha do Ouro tem então sua origem, sendo construída pelos escravos com grandes blocos de pedras chamados de 'pé de moleque'. Até hoje é possível ver vários trechos do calçamento da época dourada, um mergulho no passado.

Com o declínio da mineração em Minas Gerais, o Ciclo do Café vive seu apogeu. Cidades como Silveiras, Queluz, Areias, São José do Barreiro, Arapeí e Bananal foram de grande importância para a história e ali estavam reunidas as maiores riquezas de nosso país. Em 1932, aconteceu nestas cidades fatos que culminaram na Revolução Constitucionalista em São Paulo.

Visitar a fazenda Pau D'alho, de 1817, é como voltar no tempo e presenciar detalhes do ciclo cafeeiro. Fundada por João Ferreira de Souza (também fundador de São José do Barreiro), chegou a receber a visita de D. Pedro I alguns dias antes da Independência do Brasil.

Em 1968, todo o conjunto arquitetônico da fazenda foi tombado pelo Patrimônio Nacional e Estadual. A fazenda passou ultimamente por um minucioso trabalho de restauração e hoje é um marco histórico que se destina a atividades culturais e ecológicas. As visitas funcionam das 9h às 17h, fechando às segundas-feiras.

Conheça mais sobre Serra da Bocaina
Destinos São Paulo
Publicidade