O que fazer em Manaus
Centro Cultural Povos da Amazonia - Foto: Ana Claudia Jatahy - MTUR
Centro Cultural Povos da Amazonia - Foto: Ana Claudia Jatahy - MTUR

Em Manaus, existem inúmeros atrativos turísticos a serem explorados e dentre esses, selecionamos os quais consideramos como os mais importantes, além de interessantes:

Orquídeas e bromélias
Com aproximadamente 100 hectares da 'Reserva Florestal Adolpho Ducke', uma área de floresta de terra firme e nativa, não deixe de conhecer o 'Museu da Amazônia' o 'Museu Vivo', como é conhecido. Criado em 2009, possui em seu interior, viveiro de orquídeas e bromélias, lago, aquários e laboratórios experimentais de serpentes, de insetos e de borboletas e trilhas na floresta.  Com uma torre de mais de 40 metros de altura, implantada as copas nas árvores, é possível avistar para a floresta e boa parte da cidade, bem como, observar inúmeras aves, contemplando o nascer ou o pôr do sol.

Modo de vida dos seringueiros
Você não deve deixar de visitar também, o 'Seringal Vila Paraíso' onde houve uma gravação de um filme sobre o 'Ciclo da Borracha'. O museu remonta o modo de vida dos seringueiros no início do século XX, bem como, possui árvores naturais, trilhas e construções como o 'Casarão do Seringalista', a 'Casa do Seringueiro' além do 'Barracão de Aviamento'.

Botos da região em comboio
Maravilhoso também, é fazer um belo passeio de barco pelo barrento 'Rio Solimões' que corre paralelo ao escuro 'Rio Negro', e assistir ao encontro entre os dois mais famosos rios da região norte. Se a sorte estiver ao seu lado nesse dia, há ainda a possibilidade de ver os botos da região em comboio, entre um mergulho e outro, eles se mostram para você. Com duração de 1 dia, o passeio ainda lhe permite visitar um centro de artesanato indígena, fazer caminhadas pela floresta, bem como, passeio de canoa pelos igarapés, comunidades ribeirinhas e almoço.

Cerca de 400 ilhotas
Outro passeio a bordo de um barco, é visitar a 'Estação Ecológica de Anavilhanas', incrivelmente um dos maiores arquipélagos fluviais do mundo. Formada por cerca de 400 ilhotas a o passeio que dura em torno de três horas, é inesquecível.

Escadaria em mármore italiano
É impossível ír à Manaus e não conhecer o maior símbolo do rico 'Ciclo da Borracha', o imponente 'Teatro Amazonas'. Inaugurado em 1896, essa suntuosidade possui uma fachada neoclássica, é pintada de rosa e apresenta uma cúpula feita com 36 mil escamas de cerâmica nas cores da bandeira brasileira. No interior, chamam a atenção o hall de entrada em mármore português, a escadaria em mármore italiano e ferro inglês e a sala de espetáculos, com capacidade para 700 pessoas, é decorada com lustres e máscaras venezianos. Se possível, programe-se para ír durante o mês de maio, que é quando acontece o concorrido 'Festival Amazonas de Ópera', criado em 1997.

Artesanato indígena
Com matérias-primas regionais, como palha de tucumã, fibra e palha de tucum, tela de juta e cipó titica, dão forma e graça a objetos de decoração e utilitários, não deixe de ír às compras estando em Manaus. São infinidades de produtos do artesanato indígena que são comercialidados em diversos pontos, onde destacamos entre eles, o 'Mercado Municipal Adolpho Lisboa' que, além de prédio histórico, inaugurado no auge do Ciclo da Borracha, em 1883, e restaurada em 2013, com pavilhões em alvenaria e ferro fundido, cheiode vitrais e tombado pelo Iphan, é um dos principais centros comercias de produtos regionais à exemplo de artesanato indígena.

Conheça mais sobre Manaus
Conheça Manaus
Publicidade