Últimos posts

Guerreiro

Guerreiro - Foto: Cesar de Oliveira
Guerreiro - Foto: Cesar de Oliveira

Auto natalino, que carrega marcas do Reisado. Sobre as origens conta a lenda popular que uma rainha, em um passeio acompanhada de sua criada de nome Lira e dos guardas (Vassalos), conhece a apaixona-se por um índio chamado Peri. Para não ser denunciada, manda matar Lira. Mesmo assim, o rei toma conhecimento do fato e, na luta contra o índio Peri, morre.


A dança é composta de jornadas - uma seqüência de cantos e danças -, que são apresentadas de acordo com os personagens de cada grupo, sendo um dos pontos culminantes a luta de espadas, travada entre o Mestre e o índio Peri. Os principais personagens do Guerreiro, além do Mestre – que comanda as apresentações -, e do índio Peri, são: o Embaixador, a Rainha, Lira, o Palhaço e os Vassalos.


 Os instrumentos que acompanham o grupo são sanfona, pandeiro, triângulo e tambor. Destacam-se os trajes coloridos e ricamente enfeitados.

Guerreiro - Foto: Cesar de Oliveira
Guerreiro - Foto: Cesar de Oliveira
 Veja também
Cangaceiros é costume vivo até hoje, revivendo as estórias e histórias de Lampião cantadas e decantadas em prosa e versoSaiba mais
O compasso rítmico das batidas dos pés são as características mais marcantes do grupo folclóricoSaiba mais
O Barco de Fogo é um bem histórico e cultural feito artesanalmente, de cunho tradicional ligado ao ciclo junino. Produzido exclusivamente em Estância. O bem cultural em sua origem data do inicio do século XX...Saiba mais
Destinos Sergipe
Publicidade