Visite Recife
Escultura de Chico Science na Rua da Moeda - Foto: Hugo Acioly

Como detentora de um dos cinco patrimônios barrocos do Brasil, ao contrário de sua vizinha Olinda, a bela cidade de Recife, até então, não possui o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Fato em que, atribui-se à demolição e descaracterização de grande parte do seu centro histórico, contudo, a capital possui exemplares barrocos de grande importância, que foram tombados pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Mesmo com grandes destruições do patrimônio histórico recifense em períodos diferenciados, a cidade barroca resiste na sua área mais pobre e comercial.

Caracterizada pelo ritmo forte e acelerado, além de seus passos lembrando a capoeira, O 'Frevo', é um dos principais gêneros musicais e danças do Recife, além de ser o maior símbolo do carnaval pernambucano. Já o 'Manguebeat', o qual consiste num movimento da contracultura ao misturar ritmos regionais, a exemplo do maracatu, com rock, hip hop, funk e música eletrônica, surgia nos ares do Recife, no ano de 1990.

Conhecida como a 'Capital Brasileira dos Naufrágios', a capital recifense tem atraído inúmeros mergulhadores de toda parte do mundo, em virtude de vida marinha extremamente rica e suas águas cristalinas e traquilas com temperaturas amenas, propícia à prática do mergulho.

As manifestações culturais e festividades tradicionais, além de inúmeros parques, museus, igrejas barrocas e diversos prédios históricos, destacam-se como os principais atrativos turísticos da cidade, os quais, atraem um grande numero de turistas.

Também conhecida como 'Veneza Brasileira' em razão da semelhança com Veneza na Itália, a qual é envolta por rios e pontes, a grande Recife é repleta de ilhas e mangues, além de possuir uma vasta rede de rios e canais da região metrópolitana, onde se destacam as bacias dos rios Capibaribe, Beberibe, Tejipió .

Conheça mais sobre Recife
O que tem em Recife
Principais Centros de Umbanda e Candomblé em Recife: Abaça Oyá Togum, Axé Ogum Bará Oya Lemim, Axé Oxum Omitaladê, Axé Oyá Balé Omin, Santuário Sagrado de Salomão-Umbanda Cristã
As praias do Recife, na verdade, são poucas e se resumem, basicamente, a Boa viagem e Praia do Pina. A orla recifense tem águas esverdeadas e muitos coqueiros, proporcionando um belo plano de fundo para
Principais Centros Hospitalares em Recife: Hospital Infantil Maria Lucinda, Hospital Jayme da Fonte, Hospital Esperança, Hospital Santa Joana, Real Hospital Português, Hospital de Ávila
O Museu do Estado é histórico e antropológico, ex-residência do Barão de Beberibe, (séc. XIX). Acervo com peças importantes do período Colonial e também do período holandês.
Principais Pontos Turísticos de Recife: Conheça os principais pontos turísticos do Recife e planeje a melhor maneira de aproveitar a sua viagem:
Praça de Casa Forte A expressão Casa Forte é proveniente do conflito ocorrido em 17 de agosto de 1645, entre pernambucanos e holandeses. Casa Forte era o nome do histórico engenho pertencente à Anna Paes,
Forte das Cinco Pontas Foi construído em 1630 pelos holandeses. Originalmente, era feito de taipa. Os portugueses o chamavam de Forte das Cacimbas. A fortaleza foi totalmente destruída em 1677 e restaurada por Fernandes Vieira
Principais Consulados em Recife: Consulado da Alemanha, Consulado da Argentina, Consulado da Espanha, Consulado dos Estados Unidos, Consulado da França, Consulado da Itália
Rua do Bom Jesus Uma das mais importantes ruas do bairro do Recife era chamada de Rua do Bode (Bechestraet), na época dos holandeses. Teve também as denominações de Rua da Cruz, dos Judeus e do Comércio
Conheça Recife
Publicidade