Pontos Turísticos em Cáceres
Catedral de São Luis - Foto: Pedros Polador (Licença-cc-by-sa-3.0)
Catedral de São Luis - Foto: Pedros Polador (Licença-cc-by-sa-3.0)

Principais pontos turísticos em Cáceres

Balneária Ponta do Morro
Localizado a 25 km da sede de Cáceres, o atrativo funciona todos os dias da semana e não há necessidade de agendamento. Voltado ao turismo de massa, atualmente oferece atividades de banho de piscina e trilha interpretativa, sendo que não é necessário o acompanhamento de monitor ou guia. O empreendimento conta com recepção, restaurante, banheiros com vestiário e estacionamento.

Cachoeira da Piraputanga
A Cachoeira da Piraputanga está localizada á 16 Km do centro de Cáceres pela MT-343, que liga Cáceres á cidade de Barra do Bugres, nas coordenadas 16°07’80”S e 57°57’16”W. Nesta localidade o córrego tem uma Cachoeira com três quedas d’água, que formam um agradável ambiente natural para banho e descanso. É rodeada por vegetação nativa, com árvores altas onde pode ser observados pássaros de várias espécies e no leito do rio, peixinhos se debatem para ultrapassar as quedas d’água.

Dolina Milagrosa
A Dolina fica Localizada a 25 km da sede de Cáceres, o atrativo funciona todos os dias da semana, com agendamento antecipado. Atualmente oferece mergulho autônomo, contemplação da cavidade e trilha para caminhada, sendo que todas requerem acompanhamento de monitor ou guia. A coloração da água pode variar no decorrer do ano com a quantidade de chuvas, quanto maior for a quantidade de chuva ( mais azul ), em contra partida na seca ela ganha uma coloração turquesa.

O atrativo oferece uma recepção com restaurante, onde são servidas comidas típicas da região, com apresentação simples, mas muito saborosas. Próximo à recepção também há uma área com quatro apartamentos, que podem ser classificados como econômicos. A Dolina está localizada num morro de Calcário, sendo assim frágil, por isso ocorre um limite máximo de visitações por grupos e por dia, e é recomendável fazer o mínimo de barulho, para evitar pequenos desmoronamentos dessa rocha.

Rio Jauru
O Rio Jauru é um importante afluente do Rio Paraguai, o rio se localiza a oeste da cidade, o trajeto só é possível através do Rio Paraguai, sendo 68 Km pelo mesmo. O Rio é dotado de uma beleza cênica que é bastante utilizada pela comunidade que pratica a pesca, camping e passeios para contemplação.

Estação ecológica de Taiamã
A estação está localizada a 130 km da sede de Cáceres,. Para visitar é preciso agendamento prévio, o visitante pode realizar caminhadas guiadas na área da Estação. Pelo fato do acesso só ser possível através de barcos, a estação se encontra muito bem conservado, oferecendo ao turistas oportunidades quase únicas como de ver os animais em extinção como: Arara-Azul, Onça Pintada, cervo do pantanal e a anta e muitos outros.

Fazenda Descalvados
Fazenda histórica às margens do Rio Paraguai, localiza-se a cerca de 160 km ao sul de Cáceres, na margem direita do rio. Sediou uma indústria de caldo de carnes do século XIX, instalada por expansionistas belgas, que trouxeram de Liège máquinas a vapor pelo Rio Paraguai. Nesse período, toneladas de carne enlatada eram enviadas, por via fluvial, para os Estados Unidos e Europa.

Atualmente, a fazenda pertence a uma família de Cáceres e todo o parque industrial está desativado, parte em ruínas, como o grande galpão que foi demolido. Resistem em pé a escola, a agência dos correios e a Igreja de São Brás. A casa principal foi restaurada e transformada em pousada, que oferece atividades de educação ambiental e ecoturismo. A Fazenda Descalvados é tombada pela Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso.

Fazenda Jacobina
Localizada a 25 km a sudeste da sede de Cáceres, entre a Serra da Jacobina e a Serra do Barreiro Preto, a Fazenda foi fundada no século XVIII pelo português Leonardo Soares de Souza. Foi grande centro agropecuário, sendo considerada, em 1827, como a fazenda mais próspera da Província de Mato Grosso, com 60.000 cabeças de gado. Influenciou fortemente o desenvolvimento do município de Cáceres, consolidando a fronteira dos domínios portugueses. Atualmente, a área vem sendo ocupada por tanques de piscicultura.

Fazenda Barranco Vermelho
Propriedade rural destinada à pecuária bovina, localizada na margem esquerda do Rio Paraguai, a cerca de 100 km ao sul de Cáceres, tem um acesso por terra muito bonito, assim como o acesso fluvial, feito pela descida de 85 km do Rio Paraguai, a partir de Cáceres. Há também a possibilidade de acessar o atrativo por via aérea, pois a Fazenda conta com uma pista de pouso de 1.100 m de comprimento.

De atuação marcante no passado, mantém atividades agropastoris em larga escala até hoje. Em sua área estão as ruínas de grandes estruturas de charqueadas, locais onde se salgava (charqueava) a carne. Na área da Fazenda também se encontram diversos sítios arqueológicos, como cemitérios indígenas. É apropriada para o turismo de pesca e para a observação de fauna, sendo que atualmente abriga as instalações de uma pousada.

Centro Histórico de Cáceres
É composta por um conjunto de bens e imóveis de Arquitetura majestosa do século XVIII, destacando entre os estilos: Colonial e Neoclássico na maioria dos Casarões (antigos), encontra-se resquícios do Neogótico, ArtDecô e Eclético representado em suas fachadas, frontões e beirais. Tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual, protegido pela CEPTH Comissão Especial de Preservação e Tombamento Histórico.

Compõe a área do Centro Histórico as seguintes ruas com suas intercessões: Cel. José Dulce até a Cel. Faria até o Quintino Bocaiúva, até o General Osório Até a 13 de junho seguindo por esta até o Padre Cassimiro fechando com a Cel. José Dulce. Esta, situada nessa área o Museu Histórico de Cáceres, com suas salas representativas que retrata a Cultura e a Historia do povo Pantaneiro e a Sala de Arqueologia. Para visitações de 2º a 6º Feiras das 7:00 às 18:00Hs. Também esta localizado a Biblioteca Publica Municipal, Arquivo Publico Municipal e o centro Municipal de Cultura.

Catedral de São Luiz e Marco do Jaurú
Trata-se da igreja matriz de Cáceres, no centro da cidade, cuja arquitetura imita o estilo gótico, tendo sido construída quando o município era ainda uma pequena aldeia. A Catedral fica próxima ao Marco do Jaurú, um importante monumento feito em Lisboa, de pedra de lioz, trazido desmontado ao Brasil, sendo montado e plantado à margem do Rio Jaurú, em 18 de janeiro de 1754 pelo Primeiro Governador e Capitão-General da Capitania de Mato Grosso, Dons Antônio Rolim de Moura Tavares.

A peça arquitetônica, seccionada em duas partes, uma portuguesa e outra espanhola, foi erguida com a finalidade de demarcar a fronteira territorial, estabelecida pelo Tratado de Madri, dos domínios espanhóis e portugueses na América do Sul, e selou o fim das disputas entre os dois países na América (EXÈRCITO BRASILEIRO, 2010).

Conheça mais sobre Cáceres
Destinos Mato Grosso
Publicidade