Últimos posts

Lagos e Lagoas

Lago na Aldeia do Imigrante (Nova Petrópolis-Rs) Foto: Samuel Selbach (Licença: CC-BY-SA-3.0)
Lago na Aldeia do Imigrante (Nova Petrópolis-Rs) Foto: Samuel Selbach (Licença: CC-BY-SA-3.0)

Principais Lagos e Lagoas do Rio Grande do Sul

Lago Negro
O Lago Negro de Gramado possui uma natureza exuberante, um lago fundo de verde escuro onde é refletido os pinheiros que se misturam com os coloridos das hortênsias azuis no verão, e as azaleias no inverno. É indicado para momentos de relaxamento e reflexão, pois o clima e a paisagem semelhante da Europa, tem-se a nítida  sensação de paz. Aqueles que deseja, não somente admirar o parque, mas especialmente incorporar a cultura gaúcha, sentar-se à beira do Lago Negro e apreciar um bom chimarrão, é um prazer inestimável.

E aos que curtem uma caminha ou pedalada, o parque abriga trilhas entre pinheiros e flores, podendo sentir a suave brisa do vento contra o rosto e o doce perfume das flores. Ao caminhar pelas trilhas, entre as árvores há uma escadaria que leva você até um pequeno santuário com a imagem de Nossa Senhora, ideal para uma prece em agradecimento a natureza.

Romantismo garantido. O ar europeu e a beleza impar com pedalinhos em forma de cisne, as tardes serão inesquecíveis para casais. Momento singular para renovar os laços do amor.
Quem disse que criança não se diverte no Lago Negro? Passeios de pedalinhos, barcos e caravelas, encantam a gurizada.

Também é possível almoçar no restaurante Parador, ou simplesmente deliciar-se com o famoso chocolate de Gramado. As lembrancinhas ficam por conta da feirinha de artesanato, onde você poderá comprar produtos confeccionados pelos artesãos gaúchos. Não esqueça de levar a máquina e a filmadora para registrar e manter vivo na memória cada momento, pois este lugar merece ser visitado sempre.

Lagoa Mangueira
A Lagoa Mangueira não tem acesso pelo mar e nenhum rio desemboca em suas águas. A barreira que criou este fenômeno já esteve muito longe da costa. É uma extensa faixa de areia que começou a se deslocar pelo continente no fim da última Idade do Gelo. São 123 quilômetros de extensão de águas que vêm da chuva e de lençóis freáticos embaixo do solo, em uma área de 820 quilômetros quadrados.

Essas condições garantem que a água da Lagoa Mangueira tenha uma coloração verde-clara, quase transparante. A pureza das águas é um verdadeiro convite ao mergulho, aos esportes aquáticos e à pesca. Os pescadores, aliás, são os visitantes mais frequentes da região, interessados nos peixes que habitam suas águas, como traíra, jundiá, joana, viola, peixe-rei e tambico, entre outros.   

Lagoa Bacopari
A lagoa Bacopari é uma lagoa situada na planície costeira do Rio Grande do Sul, no litoral norte médio. Este corpo hídrico está localizado no distrito de Bacopari, no município de Mostardas, e é um importante reservatório de água doce. Suas águas servem para irrigação de lavoura orizícola e compõe a beleza cênica da planície.

Lagoa dos Barros
A Lagoa dos Barros é um local excelente para banho. Suas águas não são poluídas, praias calmas, sem buracos. A água por ser muito ácida, não possui peixes. mas também temos de atribuir o fato de não haver rios que nela desembocam, sendo esta lagoa a maior captação de água do planalto.

Em Santo Antônio da Patrulha, há um camping municipal que no verão é o ponto de encontro do pessoal da região, bem como de outros locais que vem para descanso e a única praia da lagoa, que conta com guaritas de salva-vidas e bares.

Lagoa Mirim
A Lagoa Mirim (em espanhol: Laguna Merín) é uma lagoa localizada na fronteira entre o estado do Rio Grande do Sul, no extremo sul do Brasil, e o Uruguai. É a segunda maior lagoa do Brasil (menor apenas que a Lagoa dos Patos), e a primeira do Uruguai. Também pode ser considerada a maior lagoa, visto que os geólogos consideram a Lagoa dos Patos como laguna.

Lagoa Negra
Está localizada no município de Viamão, a cerca de 60 km do centro de Porto Alegre, dentro da área do Parque Estadual de Itapuã. Está situada junto à Laguna dos Patos, separada apenas desta por uma faixa de areia e matas. É circundada por diversos domínios biogeográficos, como morros graníticos e dunas (formações de restingas).

A Lagoa Negra, com 1750 hectares, é o ponto de parada de aves migratórias, como o trinta-réis e batuíras. Tem sua visitação pública proibida, por ser um refúgio de espécies em extinção e área de importante preservação ambiental, podendo ser avistada apenas da trilha ecológica do morro adjacente, por visitas guiadas de excursões turísticas e saídas de campo de instituições de ensino e pesquisa.

Lagoa do Peixe
O Parque Nacional da Lagoa do Peixe está localizado no litoral sul do estado do RS, abrangendo os municípios de Tavares (80%), Mostardas (17%) e São José do Norte (3%). A unidade foi criada através Decreto nº 93.546, emitido em 06 de novembro de 1986 (29 anos). Com uma área de 36 722 ha e perímetro de 138,84 km (cálculo cartográfico). Atualmente é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O acesso pelo norte é feito a partir de Porto Alegre, através da RS-040 até Capivari (90 km - estrada asfaltada); de Capivari do Sul, pela RST-101 até Mostardas (120 km - estrada asfaltada), onde se localiza a sede administrativa do Parque, na Praça Prefeito Luiz Martins, nº 30. Daí aos limites da unidade são mais 25 km. As cidades mais próximas do PARNA são Tavares e Mostardas, que distam da capital do estado, Porto Alegre, 230 e 200 km, respectivamente.

Lago Guaíba
Foi e ainda é considerado, por muitos, um rio, porém, após criterioso estudo envolvendo técnicos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e de universidades norte-americanas, foi classificado como um grande lago. O Lago Guaíba é um ecossistema que sustenta uma rica biodiversidade, onde interagem diversas espécies vegetais e animais, que dependem de sua boa qualidade e preservação.

Sua bacia hidrográfica abrange uma área de 85 950 quilômetros quadrados, equivalente a trinta por cento do território gaúcho. Nela, estão situados os núcleos industriais mais importantes do estado, concentrando dois terços da produção industrial do Rio Grande do Sul os centros urbanos mais populosos, onde vivem setenta por cento da população do estado.

Lagoa dos Patos
É a segunda maior de toda a América do Sul (perde apenas para o Lago de Maracaibo, na Venezuela). Tem 265 quilômetros de comprimento, 60 quilômetros de largura (na sua quota máxima), 7 metros de profundidade (na sua quota máxima), e uma superfície de 10 144 km², estendendo-se na direção norte-nordeste-sul-sudoeste, paralelamente ao Oceano Atlântico.

Os geógrafos e os geólogos consideram-na uma laguna, pela ligação direta com o oceano e por sua água salobra (com salinização variável, dependendo da época do ano e das ocorrências de estiagens). Enquanto os especialistas não chegam a um acordo, permanece a tradicional e consagrada denominação de Lagoa dos Patos.

Apesar de alguns mapas já citarem como Laguna dos Patos a referida laguna, a maioria dos mapas oficiais continua referindo-se a ela como Lagoa dos Patos, de uso mais consagrado. Da mesma forma que o Mar Cáspio, na realidade, não é um 'mar', mas um 'lago', e continua a ser nomeado como mar.

VER MAIS 4 FOTOS
 Veja também
O rio das Antas é um rio que banha o estado do Rio Grande do Sul. Tem suas nascentes no município de São José dos Ausentes, no extremo leste do Planalto dos Campos Gerais. Nas proximidades do município de Bento...Saiba mais
Rodeada de natureza, a maior gruta do Rio Grande do Sul fica em Nova Esperança do Sul, a pouco mais de 30 quilômetros de Santiago, na Região Central do estado. Nossa Senhora de Fátima é o nome que leva a...Saiba mais
No Rio Grande do Sul são várias as opções de cascatas e cachoeiras para você conhecer. podemos encontrar uma série de cachoeiras e paisagens exuberantes que valem a pena visitar ao menos uma vez na vida...Saiba mais
Destinos Rio Grande do Sul
Publicidade