Pontos Turísticos em São Miguel das Missões
Interior do Sítio arqueológico de São Miguel Arcanjo- - Foto: Halle Pacheco de Oliveira (Licença-cc-by-sa-3.0)
Interior do Sítio arqueológico de São Miguel Arcanjo- - Foto: Halle Pacheco de Oliveira (Licença-cc-by-sa-3.0)

Suas ruínas são constituídas dos vestígios mais impressionantes da antiga redução, sendo traçada em estilo Barroco, e levantada a partir de 1735 em pedra arenito. Originalmente a igreja era pintada de branco por dentro e por fora, e foi utilizada a tabatinga, um barro esbranquiçado existente na região.

Principais Pontos Turísticos de São Miguel das Missões:

Ruinas de São Miguel
Diante das ruínas da antiga Igreja de São Miguel todo visitante se impressiona com a grandiosidade de sua construção, principalmente ao conhecer sua importância histórica. O local bem como, em outras reduções jesuíticas da Argentina e do Paraguai, centenas de religiosos viveram entre os séculos 17 e 18 afim de catequizar os índios que alí viviam. conhecidas como Sete Povos das Missões, à oeste do Rio Grande do Sul, o sítio arqueológico de São Miguel Arcanjo, com as ruínas da catedral e algumas colunas das casas vizinhas, foi declarado Patrimônio Histórico e Cultural Mundial pela Unesco.
Bem próximo dali, o Museu das Missões (1942), mostra esculturas de alguns santos, produzidas pelos índios ou importadas da Europa.

Museu Lucio Costa
Construído em 1940, o projeto do museu teve como base os traços arquitetônicos das residências missioneiras. O acervo é composto de várias imagens sacras produzidas pelos índios, misturando o barroco europeu com traços indígenas locais, tornando assim as formas humanas mais arredondadas. Nos avarandados do museu, existe uma exposição permanente onde, vários índios expõe seus trabalhos legitimamente artesanais.

Conheça mais sobre São Miguel das Missões
Destinos Rio Grande do Sul
Publicidade