Pontos Turísticos em Vassouras
Centro Historico de Vassouras - Foto: Claudio Vieira
Centro Historico de Vassouras - Foto: Claudio Vieira

Os tempos áureos do café em Vassouras ainda permanecem muito bem preservados nas memórias. No século XIX Vassouras era conhecida como a Cidade dos Barões. Há também no Centro, a pracinha, emoldurada por construções coloniais como a Casa de Câmara e Cadeia de 1849, a residência do Barão de Ribeirão de 1860 e a Casa de Cultura de 1844.

Principais Pontos Turísticos de Vassouras:

Reserva Ecológica do Tinguá
Criada em 1989, tem 26 mil hectares e 150 km de perímetro que abrange os municípios de Nova Iguaçu, Duque de Caxias, etrópolis, Miguel Pereira e Vassouras. Possui relevo acidentado, com escarpas sulcadas por rios torrenciais, onde destaca-se o maciço do Tinguá, com 1.600m de altura.

Cachoeira da Fazenda da Cachoeira
Formada, primeiramente, por um açude com comportas que jorram a primeira queda da cachoeira. Logo abaixo está o principal salto, seguido por piscina natural de águas transparentes e frias. Mais abaixo, há outra queda e outros pequenos acidentes que formam uma corredeira que se estende por uns 60m.

Cachoeira da Fazenda do Ribeirão
Em São Sebastião dos Ferreiros. As águas do Ribeirão da Floresta precipitam-se de uma altura de 35m, formando uma piscina natural, onde há diversas formações rochosas e continuam seu percurso formando ainda outras quedas, todas d'água propícias a banhos. Possui águas de coloração amarelada e temperatura amena.

Açude do Cananéia
Com uma queda d'água com altura aproximada de 15m e uma piscina natural de pouca profundidade, com águas de coloração amarelada e de temperatura amena.

Morro da Vaca
Com 656 m de altura, ali estão instaladas as torres de TV e rádio. É um mirante privilegiado de onde se avista toda a cidade de Vassouras e seus arredores.

Praça Barão de Campo Belo
Já foi denominada Praça da Matriz, do Comércio, da Concórdia, Aquidabã, até receber o nome atual em homenagem ao seu criador. Concluída em 1857, quando foram plantadas as palmeiras e construídas as calçadas. O projeto criou um grande tapete verde ascendente em direção à Igreja Matriz cercado de palmeiras imperiais, com canteiros demarcados por arbustos recortados. No século XX foram colocados o lago, as demais árvores e os bustos.

Matriz de Nossa Senhora da Conceição
Teve sua origem em pequena capela erguida em 1828 pelo Barão de Ayuruoca. Sua forma atual só foi atingida em meados do século XIX.

Chafariz Monumental
Localizado na mesma praça da Matriz, é obra de cantaria acurada construída em 1845.

Museu da Chácara da Hera
Construção de 1820, em 1965 transformou-se em museu. As paredes externas São cobertas de hera e em seu acervo destacam-se óleos sobre tela, mobiliário nacional e francês, mapas, gravuras em metal, poemas ilustrados, vestuário do século XIX, espelhos de cristal, louças, biblioteca com cerca de 3 mil periódicos e mil livros versando sobre a época do Império e outras peças datadas do século XIX.

Biblioteca Maurício de Lacerda
Localizada na Casa de Cultura Tancredo Neves, foi fundada em 1872. Tem como coleções principais os Almanaques e os Anais da Câmara e do Senado, do século XIX, além de livros e periódicos, perfazendo um total de 22 mil títulos.

Paço Municipal / Prédio da Prefeitura e Câmara Municipal
Construído a partir de 1849 para servir a Casa de Câmara e Cadeia, foi concluído em 1874. Em 1934, a Coletoria, o Júri e a Cadeia foram transferidos para o prédio do Fórum, ficando o Paço Municipal para uso exclusivo da Prefeitura e Câmara Municipal.
    

Conheça mais sobre Vassouras
Destinos Rio de Janeiro
Publicidade