Últimos posts
Historia de Nova Iorque
Estatua da Liberdade - Foto: William Warby
Estatua da Liberdade - Foto: William Warby

A história da cidade de Nova Iorque começa com a primeira documentação de europeus da área feita por Giovanni da Verrazano, no comando do navio francês, LaDauphone, quando visitou a região em 1524. Acredita-se que ele navegou em Alta Baía de Nova Iorque, onde ele encontrou os nativos lenapes, quando voltou através do estreito The Narrows onde ancorou na noite de 17 de abril e depois continuou sua viagem. Nomeou a área da atual cidade de Nova York de Nouvelle-Angoulême (Nova Angoulême) em homenagem a Francisco I da França, Rei da França e conde de Angoulême.

A colonização européia começou em 3 de setembro de 1609, quando inglês o Henry Hudson, a serviço da Companhia Holandesa das Índias Orientais navegou com o navio Meia-Lua através do estreito de The Narrows na Baía de Nova York. Como Cristóvão Colombo, Hudson estava procurando uma passagem ocidental para a Ásia. Ele nunca encontrou uma, mas registrou a abundante população de castores. Peles de castor estavam na moda na Europa, alimentando um negócio lucrativo. O relatório de Hudson sobre a população de castores da área de Nova York serviu como impulso para a fundação de colônias holandesas de comércio no Novo Mundo, entre elas Nova Amsterdã, que se tornaria a cidade de Nova York. A importância do castor na história de Nova Iorque é refletida pela sua utilização no selo oficial da cidade.

A área ao redor de Nova York foi o local de várias batalhas da Guerra Revolucionária Americana, incluindo a maior batalha da guerra: a Batalha do Brooklyn. Os britânicos venceram e passaram a ocupar a cidade em setembro de 1776-1783. George Washington foi empossado como o primeiro presidente dos Estados Unidos em 30 de abril de 1789 em frente à Câmara Federal e a cidade serviu como a capital dos Estados Unidos até 1790. A moderna cidade de Nova York traça o seu desenvolvimento na consolidação dos cinco boroughs em 1898 e um crescimento econômico e de construção após a Grande Depressão e a Segunda Guerra Mundial. Ao longo de sua história, a cidade Nova York tem servido como o principal porto de entrada para muitos imigrantes e suas influências culturais e econômicas tornaram dela uma das mais importantes áreas urbanas nos Estados Unidos e do mundo.

A região onde atualmente se localiza a cidade de Nova Iorque era habitada anteriormente por nativos americanos, principalmente pelo povo nativo americano lenapes. Acredita-se que o primeiro europeu a explorar a região foi o italiano Giovanni da Verrazano, em serviço ao Rei Francisco I de França. Verrazzano desembarcou na atual ilha de Staten, em 1524, enquanto explorava a costa americana. Os Países Baixos e a Inglaterra enfrentaram-se em três guerras, as Guerras Anglo-Holandesas, que duraram de 1652 a 1670. Em 1664, a força naval inglesa forçou a entrada na baía de Nova Iorque, enfrentando mínima resistência dos habitantes da cidade. Os ingleses renomearam a cidade de New York, em homenagem a Jaime, Duque de Iorque.

Em 1673, os Holandeses recuperaram novamente a cidade, e o renomearam de New Orange, mas um ano depois, em 1674, cederam definitivamente a cidade aos ingleses (bem como toda a região de Novos Países Baixos), após a derrota Holandesa na Terceira Guerra Anglo-Holandesa. A cidade de Nova Iorque teve um papel essencial ao longo da resistência americana ao controle britânico. Em 1765, comerciantes juntaram-se no centro na cidade, protestando contra novos impostos criados pelos britânicos. Em 1770, habitantes da cidade enfrentaram soldados britânicos, deixando um morto.

Em 1883, a Ponte Brooklyn foi inaugurada, conectando a ilha de Manhattan com a cidade vizinha de Brooklyn. Em 1898, Brooklyn, bem como as diversas comunidades que atualmente formam Bronx, Queens e Staten Island, foram fundidas com Manhattan, para formar o que foi chamado de Grande Nova Iorque. Esta nova cidade era gigantesca, para padrões da época. Então, cerca de três milhões de pessoas viviam em Nova Iorque, com dois milhões apenas em Manhattan. Desde o fim da Segunda Guerra Mundial, Nova Iorque foi afetada por inúmeros problemas. Poluição do ar e da água, congestionamentos em ruas, vias expressas, rodovias e no sistema de transporte público, falta de casas e apartamentos de baixos preços para pessoas de baixa renda mensal, alta taxa de criminalidade, conflitos raciais, e uma série de greves na década de 1960 e década de 1970.

Em 11 de setembro de 2001, nos Ataques de 11 de Setembro, ambas as torres do World Trade Center foram atingidas por um Boeing 767 cada, causando a completa demolição delas. O Pentágono também foi atingido por um 767 sequestrado, e um quarto avião, também um 767, se chocou em solo na Pensilvânia. Aproximadamente três mil pessoas morreram, no total. Após este atentado, o pior na história americana desde o Ataque japonês a Pearl Harbor, foi realizada a limpeza dos destroços na área onde ficava o World Trade Center, conhecida como Ground Zero. O Freedom Tower será construído em seu lugar. A construção do novo arranha-céu iniciou-se oficialmente em 27 de abril de 2006. Sua inauguração está prevista para 2011, e será um dos arranha-céus mais altos do mundo, e possivelmente o mais alto do continente.

Fonte: Wikipéda

 

Conheça mais sobre Nova Iorque
Destinos Estados Unidos
Publicidade