Pontos Turísticos em Chapada dos Guimarães
Paisagem e flora da chapada noutro ângulo - Foto: Ademir Santoss (Licença-cc-by-sa-3.0)
Paisagem e flora da chapada noutro ângulo - Foto: Ademir Santoss (Licença-cc-by-sa-3.0)

Circuito das Cachoeiras

Localizado a 11 km da sede da Chapada dos Guimarães o atrativo exige o acompanhamento de um guia credenciado junto ao PARNA da Chapada dos Guimarães. Oferece banhos de cachoeira e passeios em trilha interpretativa, isto é, realiza-se a interpretação do ambiente geográfico (relevo e solo), da fauna e flora.

Cachoeira Independência
Águas transparentes descem construindo piscinas naturais, onde lambaris desfilam indiferentes à companhia dos banhistas. Seguindo a mesma trilha da cachoeira das Andorinhas, no Parque Nacional da Chapada de Guimarães, encontra-se o salto da Independência - com mais de 20 metros de altura, cercado por uma mata de galeria fechada que quase esconde a cachoeira. Era conhecida por cachoeira do Arco-Íris, devido às belas formações óticas que se formam com sua queda. Teve o nome mudado quando se procurou desfazer as influências da cultura alternativa na chapada.

Cachoeiras da Martinha
O complexo das Cachoeiras da Martinha é composto por cinco quedas, com alturas que variam de um a 10 metros, com o maior volume de água do município da Chapada dos Guimarães. Localizadas no Rio da Casca, na divisa da Chapada de Guimarães e Campo Verde, há sítios arqueológicos do período colonial (SECOM-MT, 2007). O entorno dos rios Casca e Quilombo foi palco da ocupação de inúmeros engenhos no século XVIII, sendo que restam apenas vestígios das edificações construídas por escravos.

Cachoeira do Marimbondo
A Cachoeira do Marimbondo é uma boa opção para quem quer se refrescar. O banho está liberado no lago de 10 m de diâmetro que se forma na base da cachoeira, que tem 15 m de altura. Localizada a 8 km de Chapada dos Guimarães, o nível de dificuldade para alcançá-la e percorrê-la é classificado como fácil: leva três horas.

Cachoeirinha e Cachoeira dos Namorados
A Cachoeirinha localizada numa área particular encravada no Parque Nacional, no rio Coxipó, é uma das mais visitadas pela facilidade de acesso, de carro ou a pé, próximo à administração. Dispõe de um poço adequado à natação se não fosse pela temperatura da água, um tanto quanto fria no inverno, devido à cascata com 18 metros de altura.

Cachoeira das Andorinhas
Quem tem mais preparo físico e disposição para descer o morro encontra a cachoeira das Andorinhas, com queda de 18 metros, conhecida nos anos 80 como “cachoeira dos Malucos”, por causa dos alternativos que freqüentavam a região na época. Só é acessada a pé através de trilhas e faz parte do roteiro das cachoeiras do Parque Nacional da Chapada de Guimarães.

Outros atrativos naturais

Alto do Céu
O Mirante Alto do Céu é com certeza o um dos lugares mais bonitos de Chapada dos Guimarães, é o único Mirante que tem a vista completa para Cuiabá, onde se pode visualiza toda baixada cuiabana, e diversas cidades como Barão de Melgaço, Várzea Grande, Santo Antônio do Leverger, Acorizal. Vê-se o pantanal e o rio Cuiabá serpenteando na baixada e a Serra de São Vicente. No local existem trilhas com mata preservada podendo ser possível ver animais silvestres e é bem visitado por muitos turistas para observação da fauna e flora. O local é muito procurado à tarde para o pôr do sol para ver o Gigante adormecido olhando para o céu e ver Cuiabá inteira se acender.

Fecho dos Morros
Na estrada para Água Fria, é possível ver o fecho do morro. Esse fecho parece não ter nada de mais, mas alguns místicos da cidade dizem seria um portal, uma entrada de naves, pirâmide invertida. Algumas pessoas dizem sentir alguma energia diferente ao passar entre o fecho, pois essa estrada passa no meio entre as duas montanhas que de longe tem essa visualização e onde acabou ganhando o nome de Fecho do Morro.

Monumento de Pedra
Monumento fantástico deixado pela natureza fica na estrada de Cuiabá a Chapada, na própria estrada é possível parar pra fotos, mas como o mato cresce alguns meses ele fica coberto, com a chegada da seca o mato não resiste e os monumentos voltam a aparecer, existe vários formatos e o mais famoso e a 'Pedra Sapo'.

Casa de Pedra
A casa de Pedra é uma pequena caverna de arenito tipo “furnas”, localizado dentro do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães. Atualmente é possível visitá-la quando se faz o passeio ao circuito de cachoeiras do parque nacional. Fica próxima de uma vereda e é cortada pelo córrego Independência, formando uma pequena cachoeira. Gruta de 70 metros quadrados com riacho e trilha leve desde o Centro de Visitante do Parque.

Caverna Aroê Jarí e Lagoa Azul
Localizadas a 35 km da sede da Chapada dos Guimarães, as cavernas estão abertas para visita todos os dias da semana e não há necessidade de agendamento. Há atividades de trilha interpretativa, visita às cavernas Aroê Jarí e Lagoa Azul e banho de cachoeira. A mais extensa caverna de arenito do Brasil, com cerca de 1.550 metros, e uma das mais belas cenicamente. Fica localizada a 46 km de Chapada dos Guimarães, no sentido Chapada-Campo Verde, na fazenda Água Fria.

Diversos relatos populares fazem crer que essa e as demais cavernas fossem conhecidas desde o final do século passado por tropeiros e habitantes locais. Todavia, os primeiros relatos científicos podem ser atribuídos ao espeleólogo Ramis Bucair, que a teria visitado no início da década de 70, segundo trabalhos de Maria Lúcia Pardi sobre sítios arqueológicos da Chapada dos Guimarães.

Atrativo Histórico

Igreja Santana do Sacramento
Na região central da cidade da Chapada dos Guimarães, na Praça D. Wunibaldo, a igreja histórica, tombada pelo IPHAN, foi construída em 1751 e teve sua cobertura de palha substituída por outra mais resistente em 1779, com estilo barroco. Em sua construção foi usada mão de obra indígena para socar as paredes que, nessa região, são de terra pilada. A igreja tem conservado seu altar pintado com ouro. As instalações foram reformadas em 1996 e, atualmente, está em funcionamento regular.

Conheça mais sobre Chapada dos Guimarães
Destinos Mato Grosso
Publicidade