Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanHindiItalianJapanesePortugueseRussianSpanish
Pontos Turísticos em Paranaguá
ista panoramica do Centro Histórico e Ilha da Cotinga ao fundo - Foto: Derick Willi (Licença-cc-by-sa-3.0)
ista panoramica do Centro Histórico e Ilha da Cotinga ao fundo - Foto: Derick Willi (Licença-cc-by-sa-3.0)

Por ser a primeira cidade do Paraná, Paranaguá conta com um centro histórico bem diversificado, com o Museu de Arqueologia e Etnologia de Paranaguá e o Museu do Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá, além dos casarios antigos, das igrejas Catedral de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário, bem como as ilhas da Cotinga, do Mel, entre outras atrações. Testemunha de mais de 400 anos de história, guarda, ainda, vestígios da época da colonização portuguesa em seus casarios de fachada azulejada, em suas ladeiras de pedra e em suas igrejas.

Uma baía de beleza estupenda, com verdadeiros tesouros ambientais em cada uma de suas ilhas como a da Cotinga e dos Valadares. Mas o grande destaque é a Ilha do Mel, um dos principais destinos do Paraná. A Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres e o imponente Farol das Conchas, convivem harmonicamente com a Gruta das Encantadas, as belas praias, lendas e histórias fantásticas.

Principais Pontos Turísticos de Paranaguá:

Casa da Cultura Monsenhor Celso e Casa da Música Brasílio Itiberê
Acredita-se que a família “Itiberê” da Cunha tenha edificado as duas casas em épocas diferentes em meados do Séc. XVIII. O patriarca João Manuel da Cunha encantou-se tanto por Paranaguá, que acrescentou “Itiberê” ao nome de seus filhos, Brasílio Itiberê da Cunha, parnanguara dos mais ilustres e diplomata do Império e Celso Itiberê da Cunha, que passou à posterioridade como Monsenhor, piedoso sacerdote, amigo dos pobres e da cidade. Por muitos anos o conjunto arquitetônico foi considerado o melhor e mais nobre edifício urbano de Paranaguá e atualmente é um dos melhores exemplares de arquitetura de residência do período colonial.

Chafariz OutonoChafariz 'O Outono'
Durante aproximadamente 100 anos, as origens do Chafariz permaneceram desconhecidas. Em 2013, o historiador Alexandre Camargo de Sant'Ana descobriu que a peça foi fabricada na mais importante fundição artística da França, chamada Val d'Osne, e que a estátua foi criada pelo influente artista francês Mathurin Moreau e batizada de O Outono.
Existem peças 'gêmeas' em diversos países europeus e também no Rio de Janeiro e em Minas Gerais e em todos os locais elas são valorizadas como peças de arte, inclusive servindo de patrimônio histórico e turístico das cidades onde estão instaladas.

Casa Elfrida Lobo
Construída no final do século passado, serviu de residência a uma das mais tradicionais famílias parnanguaras.Retrata a majestosa arquitetura de sua época, através da beleza de sua fachada, suas portas-janela em arco, seus balcões ornados de belos gradis de ferro gusa e seu primoroso jardim. Nela viveu Dona Elfrida Lobo, conhecida como “Dona Elfridinha”, professora de francês de várias gerações. Foi uma das damas mais tradicionais e ativas da cidade.

Casa Cecy
Construído em meados do século XIX, esse belo sobrado colonial foi sede do clube republicano. Adquirido pelo casa Mussi e Esse Cecy, foi reformado em 1908, quando adquiriu características do estilo eclético, tendo sido a primeira panificadora do Paraná com forno elétrico, funcionando até a década de 60. Restaurada pelo poder público, atualmente abriga a Fundação Municipal de Cultura “Nelson de Freitas Barbosa”.

Casa da Memória “Dacheux” e Restaurante Escola
Uma importante referência da arquitetura histórica da cidade, a casa da família Dacheux, foi restaurada pelo poder público e atualmente abriga a Casa do Fandango, espaço cultural para exposições artísticas.

Casa Mandicuera
Fundada em 2004, a Associação Mandicuera Com sede na Ilha dos Valadares, tem como principal objetivo agregar iniciativas que visam à prática, ao estudo e à difusão da Cultura Popular Caiçara, com o intuito de unir jovens e mestres, crianças e adultos, valorizando modos de criar, fazer e viver dos grupos de fandango. Localizada na Ilha dos Valadares.

Casa do Homem do Mar (Antiga Alfândega)
Com pedra fundamental lançada em 1903,a Casa do Homem do Mar teve sua inauguração oficial em 1911. É um prédio de arquitetura do fim do século XIX e início do século XX, ou seja, arquitetura eclética, predominantemente do estilo Romano-Renascentista. O edifício continuou a ser utilizado pela Fazenda Nacional até 1975, quando foi autorizado a mudar de local devido o precário estado de conservação do edifício da antiga Alfândega. Foi sede da Casa do Homem do Mar e da Sociedade da Marinha do Paraná – SOAMAR. Atualmente retornou as suas funções aduaneiras.

Instituto Estadual de Educação Dr. Caetano Munhoz da Rocha
A bela edificação conserva em seu interior um altar em estilo barroco, construído no primeiro quarto do século passado. Possui as mesmas características do Instituto de Educação em Curitiba que pertenceu ao Dr. Caetano, quando morava em Paranaguá.

Ilha do Mel
A ilha do Mel é um ponto turístico de muita importância no estado do Paraná. Muitas pessoas consideram que a ilha tem as melhores praias do estado. A ilha, fazendo parte do município de Paranaguá, é administrada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e possui um restrito programa de manejo. Não é permitida a tração animal ou a motor na ilha. Existem muitas áreas onde não é permitida a presença de visitantes. A ilha possui quatro pontos turísticos de destaque: Ao norte a Fortaleza, no centro Nova Brasília e o Farol das Conchas e ao Sul Encantadas.

 

Conheça mais sobre Paranaguá
Destinos Paraná
Publicidade