O que fazer em Araxá
Estância Hidromineral do Barreiro - Foto: Sergio Mourão Setur-Mg
Estância Hidromineral do Barreiro - Foto: Sergio Mourão Setur-Mg

Na cidade de Araxá, existem inúmeros atrativos turísticos a serem explorados e dentre esses, selecionamos os quais consideramos como os mais importantes, além de interessantes:

Doze duchas-cascatas radioativas
Não deixe de conhecer o Complexo Turístico do Barreiro, que foi restaurado há pouco e, abriga piscinas, lago, jardins, bosques, trilhas, quadras de tênis e peteca e espaço para passeios de bicicleta e charrete. Por ali estão ainda duas fontes de águas limpinhas - a Dona Beja, homenagem à célebre personagem histórica da cidade, com doze duchas-cascatas radioativas; e a Andrade Júnior, que borrifa águas sulfurosas.

Mobiliário do século 19
Araxá preserva fragmentos de sua história em alguns casarões do centro da cidade. Um dele abriga o Museu Dona Beja, que exibe cerca de 300 peças e mobiliário do século 19. Em uma sala estão guardadas as indumentárias utilizadas na novela da extinta rede Manchete que contou a história da cortesã.

Produção artesanal do tear
Em seu roteiro não pode faltar uma visita à Fundação Cultural Calmon Barreto, no prédio da antiga estação ferroviária. Além de manter e apresentar a produção artesanal do tear, o espaço rende boas compras como sabonetes de lama, doces caseiros, livros de culinária, obras de arte e porcelanas.

Imagens sacras em madeira policromada
Imperdível uma visita à Igreja de São Sebastião, construída em 1804. É a igreja mais antiga de Araxá, com um estilo colonial típico da região, seguindo aos padrões das igrejas latinas, onde o símbolo da cruz é representado por uma nave central e duas laterais. Destaque para as imagens sacras em madeira policromada, de Bento Antonio da Boa Morte, escultor do início do século 19. Hoje restaurada, representa uma das principais riquezas do patrimônio histórico de Araxá.

 

Conheça mais sobre Araxá
Destinos Minas Gerais
Publicidade