Lagos e Lagoas

Lagoa verde dos lencóis maranhenses- F oto: Karina m Roque (Licença-cc-by-sa-3.0)
Lagoa verde dos lencóis maranhenses- F oto: Karina m Roque (Licença-cc-by-sa-3.0)

Principais Lagos e Lagoas do Maranhão

Paraíso escondido no Nordeste do Brasil, os Lençóis Maranhenses são um dos principais destinos turísticos do Maranhão. Criado em 1981, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – com área total de 156,5 mil hectares – integra a Rota das Emoções. As dunas – comuns nessa região do país – são formadas pela força dos ventos, que criam uma paisagem única e alteram constantemente sua aparência. Nesse ‘deserto’ gigante é possível encontrar lagoas formadas pelo acúmulo de água das chuvas do primeiro semestre.

Um dos portais mais conhecidos dos Lençóis Maranhenses é a cidade de Barreirinhas, a 250 km de distância da capital maranhense. Bem estruturada para receber os visitantes, a cidade é cercada pelas águas escuras do rio Preguiças – que leva o nome por causa da presença do simpático bicho-preguiça. Para conhecer o roteiro, é preciso primeiro chegar a São Luís.

Até o mês de setembro, os visitantes podem contemplar dunas e se banhar nas lagoas formadas pela combinação da água das chuvas e da elevação dos lençóis freáticos. No auge da estação de seca no Maranhão – no segundo semestre –, as lagoas ficam muito baixas, o que prejudica o banho.

O litoral oriental do Maranhão possui duas estações características ao longo do ano. A chuvosa, de fevereiro a maio, e a seca, de junho a janeiro. Após a estação chuvosa o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses apresenta seu mais belo cenário, pois as lagoas interdunares estão cheias.

Conforme o período seco avança as lagoas secam pouco a pouco, chegando em novembro com o nível bem baixo. Mas é bom deixar claro, isso tudo depende do regime de chuva do ano, portanto, é sempre bom buscar informações com a administração do Parque Nacional ou com o receptivo local.

Nos Lençóis Maranhenses, a partir da precipitação pluviométrica ocorre a recarga do aqüífero e elevação no nível de água do lençol freático. Provavelmente as lagoas localizadas nos pontos mais baixos apresentam um maior aumento no nível da água refletido na profundidade da coluna de água. Sazonalmente, por intermédio da evaporação a evapotranspiração ocorre a diminuição do nível do lençol freático.

Lagoa do Espigão - Foto: Flavia Batista
Lagoa do Espigão - Foto: Flavia Batista
Lagoa Barreirinhas nos lençóis maranhenses - Foto: Iainand Sarah (Licença: CC-BY-SA-2.0)
Lagoa Barreirinhas nos lençóis maranhenses - Foto: Iainand Sarah (Licença: CC-BY-SA-2.0)
 Veja também
Não é por acaso que Carolina, cidade que fica a 800 quilômetros de São Luís, no sul do Maranhão, é chamada de Paraíso das Águas. Aqui, nesse território de pouco mais de seis mil quilômetros quadrados...Saiba mais
O Maranhão possui muitas riquezas naturais entre os quais destacamos os Lençóis Maranhenses que além de sua incrível beleza natural, abrangem um complexo de ecossistemas costeiros e marinhos...Saiba mais
As cavernas identificadas foram a Traqueira, Casa de Pedra e Toca do Morcego, localizadas em São Domingos do Maranhão – MA e a Caverna Élida ou Pedra Escrevida situada em Tuntum - MA. Em algumas...Saiba mais
Destinos Maranhão
Publicidade