Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanHindiItalianJapanesePortugueseRussianSpanish
Historia de Ottawa
Suprema Corte do Canada - Foto: Wladyslaw
Suprema Corte do Canada - Foto: Wladyslaw

Nativos americanos algonquinos e iroqueses habitavam a região onde atualmente fica a cidade de Ottawa muito antes da chegada dos primeiros exploradores europeus. Tais nativos usavam o Rio Ottawa para locomoção e alimentação. Em 1613, o francês Samuel de Champlain passou pela região. A partir de então, caçadores e comerciantes de pele usariam o Rio Ottawa como uma rota para o oeste canadense. Em 1800, Philemon Wright, um fazendeiro de Massachusetts, começou a cultivar uma área ao norte do Rio Ottawa (onde atualmente fica a cidade de Gatineau, Quebec). Logo, com o sucesso comercial conseguido, outros assentadores começaram a assentar a região. Ira Honeywell foi a primeira pessoa de descendência europeia a assentar na margem sul do Rio Ottawa, em 1811.

Após a Guerra de 1812, os britânicos temiam outra invasão americana contra o Canadá. Com isto, os britânicos decidiram construir um canal, o Canal de Rideau, conectando o Rio São Lourenço, na altura da cidade de Kingston, ao Rio Ottawa, com o propósito de transportar materiais e armas ao interior do Canadá sem precisar usar o São Lourenço, depois de Kingston, perigosamente perto dos Estados Unidos e vulnerável a quaisquer possíveis ataques. Engenheiros britânicos foram mandados pelo Reino Unido, estabelecendo-se na área onde atualmente Ottawa está localizada. O assentamento construído para abrigar os trabalhadores foi chamado de Bytown, que foi completado em 1832. Então, Ottawa tinha uma população de aproximadamente 1,9 mil habitantes, subindo para 2,4 mil habitantes em 1837, graças à indústria madeireira que desenvolveu-se na pequena vila. Bytown foi elevado ao posto de cidade em 1850, então com mais de dez mil habitantes, e seu nome mudou definitivamente para Ottawa.

O Alto Canadá e o Baixo Canadá, províncias coloniais da Inglaterra, foram fundidas em 1840. em uma única província do Canadá. Durante 17 anos, ficou no ar qual seria a capital definitiva da nova província unificada politicamente, mas dividida culturalmente. Neste período, serviram como capitais temporários as cidades de Kingston, Montreal, Quebec e Toronto. Finalmente, a decisão caiu nos braços da Rainha Vitória, em 1857. Considerando as várias possíveis cidades, inclusive as quatro mencionadas acima, a Rainha escolheu Ottawa, por três motivos. Primeiramente, Ottawa era relativamente distante dos Estados Unidos, estando numa posição estrategicamente mais segura do que outras possíveis escolhas. Segundo, a localização da cidade, localizada exatamente entre o Alto Canadá e o Baixo Canadá, diminuiria tensões culturais entre os canadenses de origem francesa e os canadenses de origem inglesa. A terceira razão foi a beleza da região onde Ottawa estava localizada, segundo a opinião da Rainha.

Em 1867, com a independência do Canadá, Ottawa tornou-se a nova capital do recém-criado país, e sua população havia alcançado 18 mil habitantes. A cidade crescia de modo desorganizado, com várias ferrovias tendo sido construídas no centro da cidade, para a acomodação do transporte e comércio de madeira. Em 1896, o então primeiro-ministro do Canadá, Wilfrid Laurier, criou um programa de planejamento urbano, cujo principal objetivo era o embelezamento da cidade, que não saíra do papel.

Fonte: Wikipédia

 

Conheça mais sobre Ottawa
Destinos Canadá
Publicidade