Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanHindiItalianJapanesePortugueseRussianSpanish
História de Ibatiba
Monumento ao Tropeiro na Br-262 - Foto: Hvl (Licença-cc-by-sa-3.0)
Monumento ao Tropeiro na Br-262 - Foto: Hvl (Licença-cc-by-sa-3.0)

Na segunda metade do século XIX, agricultores mineiros e cariocas migraram para a região do Rio Pardo, no Espírito Santo, e lá se estabeleceram com suas famílias, trazendo também alguns escravos, a fim de constituir na região as primeiras propriedades rurais. Tempos depois, no final do século, o Sr. Manoel da Silveira fez uma doação de terras à Igreja Nossa Senhora do Rosário, dando origem ao povoado de Vila do Rosário, pertencente ao município de Rio Pardo (atual município de Iúna/ES). Aos primeiros colonizadores seguiram imigrantes provenientes do Líbano, que se estabeleceram na região por volta de 1908. Já em 1918, a vila foi promovida à categoria de distrito. E em 1944, por determinação do IBGE, a Vila do Rosário passou a se chamar Vila de Ibatiba.

No fim da década de 1940 chegou a notícia de que uma nova rodovia federal seria construída e cortaria a região, passando por Ibatiba. Mas somente na década de 1950 foram feitas as primeiras demarcações da nova rodovia, e mais tarde, em 1963, foram iniciadas as obras de construção. E em 1969 inaugurou-se a BR-262. O distrito de Ibatiba então passou a ter mais acesso a comercialização de produtos, e a receber um número maior de migrantes, impulsionando sobremaneira o desenvolvimento na região, o que despertou nos moradores o desejo de emancipação política e administrativa.

Consequentemente criou-se, na década de 70, um movimento pró-emancipação, a partir do qual a população de Ibatiba sagrou-se vitoriosa, garantindo, pela Lei nº 3.430, o desmembramento da região em relação ao município de Iúna, e a criação do município de Ibatiba em 7 de novembro de 1981, com sua instalação datada de 31 de janeiro de 1983.Até a primeira metade do século XIX, o território que hoje corresponde ao Município de Ibatiba pertencia ao Município de Itapemirim.

Depois foi ocupado por militares mineiros e passou a pertencer ao Município de Viçosa/MG. Em 1859, com a criação da Freguesia de São Pedro de Alcântara do Rio Pardo (povoado que deu origem a cidade de Iúna), o território passa a pertencer ao recém criado Município de Cachoeiro de Itapemirim, quando as terras voltam a pertencer ao Espírito Santo. Em 1890, passa a pertencer ao Município de  Rio Pardo, que obtém sua emancipação política, desmembrando-se de Cachoeiro. Em 1918, torna-se Distrito do Município de Rio Pardo, com o nome de Vila do Rosário do Rio Pardo do Norte. Em 1943, Rio Pardo passa a se chamar Iúna, e Vila do Rosário torna-se Vila de Ibatiba. Em 7 de novembro de 1981, Ibatiba é desmembrada de Iúna e consegue sua emancipação política e administrativa, tornando-se um novo Município do Estado do Espírito Santo.

Fonte: Prefeitura de Ibatiba e por Herivelto Almeida de Carvalho

 

 

Conheça mais sobre Ibatiba
Destinos Espírito Santo
Publicidade