Ilhas

Ilha Do Frade - Foto: JungleKey-pt Wiki -
Ilha Do Frade - Foto: JungleKey-pt Wiki -

Principais Ilhas do Espírito Santo:

A Ilha dos Franceses está localizada a quatro quilômetros da Praia de Itaipava, no município de Itapemirim, no estado do Espírito Santo, no Brasil. Possui uma área de aproximadamente 2 000 metros quadrados. Em seu ponto mais elevado, foi erguido um grande farol. Possui apenas uma pequena praia; os outros pontos da ilha são penhascos que chegam a medir oito metros de altura. Foi esconderijo dos franceses durante a invasão do atual estado do Espírito Santo. Marcas de balas de canhões e objetos de porcelana em pedaços provam o fato. Os franceses construíram um poço, de onde tiravam água potável no meio da mata.

A Ilha das Caieiras, é um bairro da região da Grande São Pedro, em Vitória. Teve origem com o primeiro donatário da capitania do Espírito Santo, Vasco Fernandes Coutinho, durante a colonização do estado. Neste período, a ilha foi centro de movimentação comercial para desembarque de mercadorias advindas do interior.O nome Ilha das Caieiras tem sua história intimamente ligada à produção artesanal cal de ostras ali instalada pelo português José Lemos de Miranda. Todos se referiam à ilha como das Caieiras, ou seja, aquela lha que possui caieira ou fábrica de cal.

A fábrica foi responsável pelo grande número de pessoas que para lá se dirigiu no início do século XX. As ostras eram catadas, lavadas e jogadas em um grande forno. Uma camada de lenha, uma camada de ostras. Cada dupla de camadas era separada por chapas de ferro perfuradas para garantir a oxigenação e a queima. Após três dias de fogo, as ostras queimadas eram retiradas ainda quentes e com carrinhos de mão, jogadas sobre um piso liso. Sobre elas era lançada grande quantidade de água. No resfriamento elas eram quebradas com pás, e depois peneiradas. Estava pronta a cal. Em sacas era levada por canoas para o porto de Vitória. Esta atividade durou mais de 40 anos.

A Ilha das Garças é a maior ilha do município de Vila Velha, localizada a 800 metros da Praia de Itaparica no litoral sul do estado do Espírito Santo. É importante local de reprodução de três espécies de garças e do socó-dorminhoco. Na Ilha das Garças anualmente se reproduzem três espécies de garças durante o período de novembro a março: A garça-branca-grande (Casmerodius albus), a garça-branca-pequena (Egretta thula) e a garça-vaqueira (bubulcus ibis). Além do socó-dorminhoco (Nycticorax nycticorax). Porém fora desse período é preciso zelar pela vegetação e limpeza das ilhas.

Das três espécies de garças que se reproduzem-se nessa ilha, duas delas são nativas do Brasil: a garça-branca-grande e a garça-branca-pequena. A terceira, a garça-vaqueira, é originária do Velho Mundo.

Três Ilhas é o nome de um arquipélago na região costeira de Guarapari, Espírito Santo, Brasil, estão aproximadamente a 3 km da costa. Apesar do nome, as Três Ilhas são compostas de cinco, são elas: Quitongo, Cambaião, Guanchumbas, Leste-Oeste e Guararema. Há milhares de anos atrás, quando o nível do mar estava muito abaixo do que é hoje, o arquipélago fazia parte do continente, sendo apenas 'morros'. Estas ilhas são muito apreciadas por mergulhadores, pelas belezas naturais que podem ser encontradas nos recifes submarinos. Ilha de Vitória, anteriormente chamada de Ilha de Santo Antônio, é uma ilha brasileira do estado do Espírito Santo. É a maior ilha de um arquipélago onde está localizada Vitória, a capital daquele estado.

Ilha da Raposa Localização: Entre a Praia da Cerca e a Praia do Morro. Situada no Parque Municipal do Morro da Pescaria, a ilha dispõe de diversas praias e trilhas, e um ponto de mergulho onde se pode observar o Naufrágio do Vapor Bepo, a 8 metros de profundidade.   

Ilha Escalvada A 6 milhas da costa. O acesso é feito por barco, a partir de Guarapari É onde se localiza o farol que se avista do litoral de Guarapari. Por estar afastada da costa, eventualmente pode-se observar golfinhos, dourados, bonitos e tubarões em suas proximidades. Local ideal para a prática de drift dive (mergulho de correnteza) e mergulho noturno.

Ilhas Rasas  Situada a 7 milhas da costa, em suas proximidades estão os destroços de algumas embarcações e restos de artilharia, pois a ilha foi alvo de treinamento da Marinha do Brasil. Durante o mergulho pode-se observar diversos corais e crustáceos, polvos, lagostas, moréias, frades, parus, trombetas,  gorgônias, esponjas, arraias e anêmonas. Baleias jubarte já foram vistas no local, durante o seu período anual de migração para o Arquipélago de Abrolhos.

Ilha dos Franceses - Em frente às praias de Itaipava e Itaoca. O acesso é feito por barcos, que podem ser contratados nas praias de Itaipava ou Itaoca, e os barcos levam aproximadamente 20 minutos do litoral até a ilha. Possui uma pequena praia com mar de águas calmas, um farol francês alimentado por energia solar e uma gruta conhecida como Gruta do Judeu, onde reside o Morcego Pescador (Noctílio Leporinus), descoberto neste local pelo cientista Augusto Ruschi. Bom local para mergulho e pesca.

Ilha do Gambá - Ligada por um istmo ao continente, o acesso pode ser feito por terra. Possui uma pequena praia com mar de águas calmas onde se desenvolvem as conchas e búzios utilizadas no artesanato local. É ideal para prática trekking, mountain bike, pesca e mergulho. Possui um ancoradouro e dele saem os barcos de passeios para as outras ilhas da região.

Ilha do Meio - Entre as Ilhas do Gambá e dos Cabritos. O acesso é feito por barco ou escuna a partir do ancoradouro da Ilha do Gambá ou Praia do Corujão. Rica em bromélias, orquídeas e árvores nativas. Bastante procurada para pesca de arremesso.

Ilha dos Cabritos O acesso é feito por barco ou escuna, a partir da Ilha do Gambá ou da Praia do Corujão. Coberta por mata nativa, possui uma pequena praia com mar de águas cristalinas. Dispõe de restaurante com especialidade em frutos do mar e moqueca capixaba.

Ilha de Vitória Ilha de Vitória, anteriormente chamada de Ilha de Santo Antônio, é uma ilha brasileira do estado do Espírito Santo. É a maior ilha de um arquipélago onde está localizada Vitória, a capital daquele estado. As principais pontes que ligam a ilha de Vitória a outros municípios e à parte continental do município são: 2ª Ponte, 3ª Ponte, Cinco Pontes (ponte Florentino Avidos), Ponte Ayrton Senna, Ponte da Passagem e Ponte de Camburi. Na ilha, a Praia do Canto, localizada no bairro de mesmo nome, ao lado do Iate Clube do Espírito Santo, é a moldura perfeita da Praça dos Namorados. Saem daí as lanchas que disputam todos os anos o Campeonato Internacional de Pesca Oceânica e a Ponte Desembargador Paes Barreto, que dá acesso à Ilha do Frade.

Os bairros Jardim Camburi, Jardim da Penha, Mata da Praia, Morada de Camburi, República e os bairros que compreendem a Grande Goiabeiras pertencem ao município de Vitória mas se encontram na parte continental do município.

Ilha da Trindade Trindade e Martim Vaz é um arquipélago brasileiro no Oceano Atlântico, sendo um território pertencente ao município de Vitória (Espírito Santo), cuja sede fica localizada a cerca de 1 200 quilômetros a oeste do arquipélago. De todas as ilhas do arquipélago, apenas a Ilha da Trindade é habitada, sendo que a única localidade existente na ilha é o Posto Oceanográfico da Ilha da Trindade (POIT), que é uma guarnição militar mantida pela Marinha do Brasil.

O Posto Oceanográfico da Ilha da Trindade é o local habitado mais remoto do Brasil, estando situado a 1 025 km de distância da localidade mais próxima, que é a guarnição mantida pela Marinha na Ilha de Santa Bárbara, no Arquipélago dos Abrolhos. Já as Ilhas Martim Vaz, são conhecidas por serem o ponto extremo leste de todo o território brasileiro, sendo juntamente com o Arquipélago de São Pedro e São Paulo, um dos dois primeiros locais onde acontecem o nascer do sol e o pôr do sol no Brasil.

O arquipélago é constituído por duas ilhas principais (Trindade e Martim Vaz), separadas por 48 quilômetros, que somam uma área total de 10,4 km². As ilhas são consideradas, pelos navegadores, como um imenso paredão no meio do Atlântico.

No reinado de D. Manuel I de Portugal, a ilha de Martim Vaz foi descoberta em 1501 pelo navegador galego João da Nova. No ano seguinte, o navegador português Estêvão da Gama visitou a ilha vizinha e chamou-a Ilha da Trindade. As ilhas permaneceram na posse de Portugal até a independência do Brasil, altura em que passaram a ser brasileiras. Em 1890, o Reino Unido ocupou Trindade, mas os ingleses abandonaram as ilhas em 1896, depois de um acordo entre os dois países, que contou com mediação portuguesa

Ilhas do Espirito Santo - Foto: Prefeitura de Vilha Velha
Ilhas do Espirito Santo - Foto: Prefeitura de Vilha Velha
 Veja também
O Espírito Santo possui 12 bacias hidrográficas. Dessas, cinco são bacias de domínio da União, ou seja, pertencem a mais de um estado. São elas: Doce, Itapemirim, São Mateus, Itabapoana e Itaúnas...Saiba mais
Fragmentos de florestas primárias, faixas de restinga e paredões rochosos de impressionar. O Espírito Santo abriga belezas de grande relevância ambiental. A variedade de ecossistemas e a...Saiba mais
O Parque Estadual Paulo César Vinha, está localizado no bairro Setiba e possui 1.500 hectares de florestas, praias, ilhas, lagoas, dunas e alagados, o Parque, fica bem ao norte do município de Guarapari...Saiba mais
Destinos Espírito Santo
Publicidade