Visite Corrente
Capital da Pecuaria - Foto: Sebastião de Oliveira-Dominio publico
Capital da Pecuaria - Foto: Sebastião de Oliveira-Dominio publico

Os rios Paraím e Corrente que pra quem gosta de se refrescar nos feriados e finais de semana é uma ótima opção. Apesar dos tempos de seca um tanto quanto forte, existem em certas épocas do ano lugares incríveis pra conhecer, espaços envoltos pela famosa e conhecida palmeira que é o buriti,

Também tem outros lugares que vale a pena conhecer como aventuras no Morro do Papagaio, dentre outros para quem gosta de algo radical, sem contar com trilhas que o levarão a lugares maravilhosos.
Vale a pena também conferir a feira livre, onde pode ser adquirido vários produtos de origem animal e vegetal.

Até os dias de hoje, os moradores de Corrente, devido à distância da capital do estado, têm mais contato com a população baiana que vive nas cidades que fazem divisa com o município. A organização da Igreja Batista, em 1904, e do Instituto Batista Correntino pelo pastor e professor Augusto Carlos Fernandes, em 1920, impulsionou o desenvolvimento educacional e cultural da região.

A disputa pela hegemonia entre os Protestantes Batistas e a Igreja Católica proporcionou à população da região acesso a escolas confessionais (além das escolas públicas estaduais), com consequente melhoria dos índices de alfabetização e desenvolvimento cultural

Conheça mais sobre Corrente
Fotos Corrente
Capital da Pecuaria - Foto: Sebastião de Oliveira-Dominio publicoCapital da Pecuaria - Foto: Sebastião de Oliveira-Dominio publico
Destinos Piauí
Publicidade