O que fazer em Cuiabá
Museu Histórico de Mato Grosso - Foto: Mateus Hidalgo (Licença-cc-by-sa-2.5)
Museu Histórico de Mato Grosso - Foto: Mateus Hidalgo (Licença-cc-by-sa-2.5)

Na bela capital do Mato Grosso , existem inúmeros atrativos turísticos a serem explorados e dentre esses, selecionamos os quais consideramos como os mais importantes, além de interessantes:

Onde antigamente, se castigavam os escravos
Faça deliciosas caminhadas pelo centro histórico de Cuiabá, o qual, possui casarios construídos a partir da descoberta de ouro, em 1721, além de compor um rico e belíssimo conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico tombado pelo IPHAN, em 1973. Os prédios do núcleo ora tombado, representam a origem e ocupação da cidade desde o século XVII até meados do século XX.
As antigas ruas de Baixo, do Meio e de Cima, bem como, suas travessas, ainda resistem as características arquitetônicas das casas e sobrados, e possuem diversos pontos de venda de produtos de decoração típicas cuiabanas.  

Mais à frente, conheça um lugar denomnado de 'Campo D'ourique', onde antigamente, se castigavam os escravos, além de serem enforcados os condenados pela justiça . Posteriormente passou a se realizar no local as famosas touradas cuiabanas. Hoje abrigando o Museu do Rio Cuiabá 'Hid Alfredo Scaff', já foi o 'Mercado do Porto', onde era o principal centro comercial da região, sendo inaugurado em 1899.  Recuperado pela Prefeitura de Cuiabá em 1999, ano em que se completou centenário de sua construção, a penas merece o registro do prédio, em fotos.

Cuiabá possui vários museus abertos à visitação, dos quais destacamos os principais, contudo, não menos importantes: 

Acervo do período setecentista
Fundado em 10 de março de 1980 o 'Museu de Arte Sacra' possui um acervo do período setecentista, remanescentes da antiga 'Catedral do Senhor Bom Jesus' e da 'Igreja de Nossa Sra. do Rosário'. Há também, um oratório do século XX, em madeira recortada, entalhada nas colunas e vidro de cristal.

História dos antigos capitães generais
O prédio foi inaugurado em 29 de agosto de 1896 para funcionar a Tesouraria Provincial do Estado, e agrega hoje, o 'Museu Histórico de Mato Grosso', disponibiliza a história dos antigos capitães generais e governantes, dos períodos Provincial e Republicano, mobiliários, réplicas do homem bandeirante e suas vestimentas, e uma maquete da Cuiabá Colônia. 

Várias espécies da ictiofauna regional
Com exposições de fotografias e peças de artesanato e instalado no prédio do antigo Mercado do Peixe, construído em 1899, não deixe também, de visitar o 'Museu do Rio'. O espaço abriga ainda o Aquário Municipal, o qual possui várias espécies da ictiofauna regional.

Fósseis de animais da região
Muito interessante também é uma visita ao 'Museu da Pré-História' onde, o seu acervo compôe-se de fósseis de animais da região, que estão organizados cronologicamente, representando a evolução biológica através das Eras geológicas. Tem também fósseis de animais já extintos como preguiça gigante (Eremotherium Iaurillardi), dinossauros (saurópoda) e animais marinho do período que Chapada dos Guimarães foi mar.

Retratando o cotidiano das aldeias indígenas
Se você vai a Roma quer ver o Papa, não seria diferente, estando em Mato Grosso e não conhecer sobre nada sobre os índios. Com um acervo de mais de mil peças, o 'Museu do Índio' possui adornos plumários, indumentárias, armas, artefatos de ritual mágico, cerâmicas, instrumentos musicais, tecelagem, trançados, utensílios, além do material fotográfico retratando o cotidiano das aldeias.

Apreciando as belezas das aves e animais
Percorrer uma distância de pouco mais de 100 km de Cuiabá, vale muito a pena e, como vale reservar um dia para conhecer o 'Pantanal Matogrossense'. Na Transpantaneira, percorre-se 60 km apreciando as belezas das aves e animais nelas avistados. E ainda, dá para fazer um maravilhoso passeio de barco com duração aproximada de 1h, para contemplar as aves locais e outros inúmeros tipos de animais da região.

Desce pelo cerrado formando seis cachoeiras
Um outro passeio bastante interessante, principalmente para os amantes do ecoturismo é o 'Passeio ao Circuito das cachoeiras' e deve ser contratado nas agência de turismo local. O circuito é formado pelas águas do Córrego Independência, que desce pelo cerrado formando seis cachoeiras: 7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência. Entre a cachoeira da Prainha e a das Andorinhas, há duas piscinas naturais.  Todo o circuito é liberado para banho, exceto a Cachoeira Independência, também conhecida como Cachoeira dos Malucos. As trilhas do circuito não apresentam grandes dificuldades, exceto pela sua extensão que é de aproximadamente 6 km ida e volta.

Faça um excelente passeio!

Conheça mais sobre Cuiabá
Conheça Cuiabá
Publicidade