Seminário discute metodologia para gestão de patrimônios

 21/09/2019  |  Postado por: Redação Visite o Brasil
Foto: Roberto Castro - MTur
Foto: Roberto Castro - MTur

O seminário faz parte de uma série de ações desenvolvidas pelo MTur a fim de fomentar o avanço do turismo no Brasil. Na última quarta-feira (12.09), a Pasta assinou uma Instrução Normativa, juntamente com a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), que regulamenta a gestão compartilhada de patrimônios com potencial turístico.

O seminário internacional do Programa Nacional de Turismo Cultural e Natural (PNTCN), realizado nos dias 12 e 13 de setembro, em Brasília/DF, discutiu um novo instrumento de gestão dos patrimônios culturais e naturais mundiais do Brasil. O objetivo do debate é criar uma metodologia que será aplicada em dois projetos pilotos: Ouro Preto (MG), reconhecida pela Unesco como Patrimônio Cultural, e Foz do Iguaçu (RS), cidade Patrimônio Natural da Humanidade. O PNTCN é um desdobramento da Política Nacional de Gestão Turística dos Patrimônios Mundiais para a criação de novos produtos e experiências turísticas.

O encontro, realizado em parceria com o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), a Universidade Federal de Santa Catarina e os ministérios do Turismo, da Cidadania e do Meio Ambiente, reuniu representantes da Casa Civil, do Sebrae, do BNDES e representantes de programas internacionais semelhantes, que apresentaram seus modelos de implantação, como no caso da Espanha e de Portugal. No evento, também foram discutidas formas de parcerias, concessões e estratégicas de desenvolvimento do programa.

O ministro interino do Turismo, Hercy Filho, participou do seminário e ressaltou a importância do debate para se construir um turismo mais sustentável. “Queremos compartilhar experiências e ideias, garantindo a autossustentabilidade dos patrimônios, tanto para a sua utilização turística quanto para a sua preservação”, destacou o ministro.

A diretora do Departamento de Ordenamento do Turismo, Silvana Nascimento, afirma que o debate é construtivo e beneficiará o turismo brasileiro. “Estamos em processo de validação dos indicadores que nos permitirão ter uma visão sistêmica da administração desses espaços. É uma discussão técnica necessária para desenvolver todo o potencial turístico desses patrimônios”, ressaltou a diretora.

Gestão Compartilhada: O seminário faz parte de uma série de ações desenvolvidas pelo MTur a fim de fomentar o avanço do turismo no Brasil. Na última quarta-feira (12.09), a Pasta assinou uma Instrução Normativa, juntamente com a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), que regulamenta a gestão compartilhada de patrimônios com potencial turístico. O Ministério também firmou acordo com o Mercosul para reforçar a atração de turistas na Rota das Missões Jesuíticas, no Rio Grande do Sul, e trabalha em um plano de ação de desenvolvimento do Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí.

 

Mtur
Vanessa Castro

Por: Redação Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade