Passageiros devem confirmar voo antes de se dirigirem aos aeroportos, diz Anac

 26/05/2018  |  Postado por: Redação Visite o Brasil
American Airlines - Foto: Divulgação
American Airlines - Foto: Divulgação

Considerando contratempos na malha aérea decorrentes da falta de abastecimento de querosene de aviação, em razão da paralisação nacional de caminhoneiros iniciada em 21/05, a ANAC recomenda aos passageiros, com voos marcados para os próximos dias.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) está acompanhando em tempo real o abastecimento dos aeroportos e os possíveis impactos às operações e informa, ainda, que as reservas de combustível dos aeroportos são gerenciadas por cada operador aeroportuário em conjunto com as equipes de operação das empresas aéreas.

Segurança das operações
Mesmo com a escassez de combustível nos aeroportos todos os voos que estão em operação seguem abastecidos dentro do estabelecido pelos regulamentos da Agência. Os regulamentos da ANAC estão amparados internacionalmente e regulam o cálculo a ser feito conforme a rota, a reserva mínima a ser observada, além de instruções sobre a operação que podem alterar o cálculo do combustível. Todas as medidas estipuladas nas operações visam a segurança operacional dos voos, que é a prioridade para a ANAC.

Orientação aos passageiros
Considerando contratempos na malha aérea decorrentes da falta de abastecimento de querosene de aviação, em razão da paralisação nacional de caminhoneiros iniciada em 21/05, a ANAC recomenda aos passageiros, com voos marcados para os próximos dias, que consultem as empresas aéreas antes de se deslocarem para os aeroportos até que a situação se normalize.

O cancelamento do voo decorrente de uma situação atípica como a atual greve dos caminhoneiros é considerado motivo de força maior, excluindo a culpabilidade da companhia aérea. Isto, contudo, não significa que as empresas estejam isentas de adotar medidas para reduzir os impactos daí decorrentes.

Remarcação sem custo
Por exemplo, a Azul já anunciou que disponibilizará a remarcação de bilhetes sem custo para quem tiver voos programados até o dia 31 de maio e deseje optar por datas alternativas à sua programação. A Latam Brasil, por sua vez, oferecerá isenção da cobrança de taxa de remarcação e das diferenças tarifárias da passagem para nova data à escolha do cliente e, sem multas, em voos domésticos com partidas, chegadas ou conexões programadas para os aeroportos onde há restrições de abastecimento de combustível de aviação.

Anac

Por: Redação Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade