Mais uma low cost estrangeira passará a voar para o Brasil

 05/07/2019  |  Postado por: Redação Visite o Brasil
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A articulação da vinda de empresas low cost ao Brasil também teve a participação do secretário Nacional de Integração Interinstitucional do Turismo, do Ministério do Turismo, Bob Santos. Na última sexta-feira (28), durante agenda em Buenos Aires, na Argentina, ele se reuniu com representantes da Flybondi. 

A partir de outubro, a Flybondi, empresa aérea argentina, vai começar a operar voos internacionais para o Brasil. A rota inaugural ligará Buenos Aires ao Rio de Janeiro. Terceira low cost a voar para o país, a companhia informou que serão realizados três voos semanais entre os destinos. A autorização foi concedida na tarde desta terça-feira (2) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, este é mais um passo no sentido de aumentar a conectividade aérea, além de impulsionar ainda mais o interesse de empresas estrangeiras em operar no mercado brasileiro. “A nova operação traz mais ofertas de baixo custo para os viajantes e faz parte de uma nova estratégia do Turismo, que coloca o setor no centro da agenda econômica do país. Vivemos um momento extremamente propício ao ambiente de negócios no Brasil, com impacto direto na vida da população, a ampliação da disponibilidade de voos e a consequente redução de custos”, afirma o ministro.

Segundo a Anac, a autorização operacional é a última etapa para que uma empresa estrangeira inicie voos regulares no Brasil, permitindo que a companhia faça o registro das rotas e inicie a venda de passagens aéreas. O CEO da Flybondi, Sebastián Pereira, destaca que este será o primeiro dos destinos no Brasil. Ele afirma ainda que a nova rota tem um grande potencial tanto para os brasileiros, porque terão a única opção de baixo custo para chegar à Argentina, quanto para os argentinos, que agora poderão voar para o Brasil com as taxas mais baixas do mercado.

 

A primeira empresa estrangeira especializada em passagens de baixo custo a operar voos regulares internacionais no Brasil foi a chilena Sky Airline, em novembro do ano passado. As novas rotas contemplam o trajeto direto de Santiago, no Chile, para os aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro; de Guarulhos, em São Paulo, e Hercílio Luz, em Florianópolis. A média é de cinco voos semanais para cada um desses terminais.

 

A articulação da vinda de empresas low cost ao Brasil também teve a participação do secretário Nacional de Integração Interinstitucional do Turismo, do Ministério do Turismo, Bob Santos. Na última sexta-feira (28), durante agenda em Buenos Aires, na Argentina, ele se reuniu com representantes da Flybondi. Uma comitiva da empresa argentina deve vir ao Brasil nos próximos 15 dias. “Essa é uma importante vitória para o setor. Desconcentrar o mercado é dar condições para que mais turistas, brasileiros e estrangeiros, viajem mais dentro do país. Ganham os consumidores, os destinos, a indústria nacional de viagens e o Brasil”, comentou Bob Santos.?

Mtur
Cecília Melo

Por: Redação Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade