Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanHindiItalianJapanesePortugueseRussianSpanish

Aviação doméstica alcança 75% da oferta de voos pré-pandemia

 18/09/2021  |  Postado por: Redacao Visite o Brasil
Aeroporto de Brasília. Crédito: Mtur-Paulino Menezes
Aeroporto de Brasília. Crédito: Mtur-Paulino Menezes

O presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz, aponta que o crescimento da malha aérea doméstica mostra a resiliência das companhias aéreas nacionais. 'Importante lembrar que a continuidade desse desempenho está vinculada ao ritmo de vacinação e ao não agravamento da pandemia', acrescenta.

O setor aéreo brasileiro registrou o quinto mês de crescimento consecutivo em setembro, impulsionando a oferta de voos ao patamar de 75% do número registrado antes da pandemia de Covid-19, em março de 2020. A média diária de partidas já chega a 1.793 e representa um aumento de 108% se comparado a setembro de 2020, quando o número foi de 862. O levantamento é da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), com base nos dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Outro resultado que indica a recuperação do setor aéreo foi o crescimento do lucro líquido das três maiores empresas aéreas brasileiras (Azul, Gol e Latam no 2º trimestre de 2021. As companhias obtiveram resultado líquido positivo de R$ 899,5 milhões. Neste período, segundo a ANAC, as empresas aéreas mais do que triplicaram a oferta de voos em relação ao 2º trimestre de 2020.

Publicidade: 
Passeios pela Baía de Todos os Santos. Guia turístico, grupo musical animando o passeio e cortesia de frutas na saída. Saídas diárias! Entre em nosso site www.centraldeescunas.com.br e solicite sua reserva!

Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, os dados demonstram que este é apenas o início de uma forte retomada do segmento no país. “Estamos com a expectativa de que os próximos meses sejam ainda melhores em todos os segmentos turísticos, principalmente com o avanço da vacinação. Não tenho dúvidas de que o turismo doméstico voltará com muito mais força e precisaremos de uma malha aérea forte que atenda a demanda dos nossos turistas”, disse.

O presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz, aponta que o crescimento da malha aérea doméstica mostra a resiliência das companhias aéreas nacionais. “Importante lembrar que a continuidade desse desempenho está vinculada ao ritmo de vacinação e ao não agravamento da pandemia”, acrescenta.

Mtur
Amanda Costa

Por: Redacao Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade