O que fazer em São Francisco do Guaporé
Festa do Divino do Vale do Guaporé - Foto: Divulgação- Palloma Cavalcanti
Festa do Divino do Vale do Guaporé - Foto: Divulgação- Palloma Cavalcanti

Em São Francisco do Guaporé, existem inúmeros atrativos turísticos a serem explorados e dentre esses, selecionamos os quais consideramos como os mais importantes, além de interessantes:

Boa infra-estrutura receptiva,
O Rio Guaporé é ideal para a prática da pesca esportiva, ecoturismo e turismo cultural, ao longo do leito há uma boa infra-estrutura receptiva, com pousadas, barcos-hotéis, vila de pescadores, embarcação com piloteiros e guias de pesca.

Cardumes de tucunarés
A vida aquática é permeada entre outras espécies, pelos cardumes de tucunarés, cachorras, pacus, tambaquis, pirapitingas, pirararas, matrinchãs, dourados, pintados, cacharas e os gigantes jaú e piraíba, que chega a pesar mais de 100 kg.

Divisa natural entre Brasil e Bolívia
O rio Guaporé nasce no município de Pontes e Lacerda (MT) a 1.800 metros de altitude, nos contrafortes da Serra dos Parecis, entra no estado de Rondônia fazendo a divisa natural entre Brasil e Bolívia, percorre 1.716 km e deságua no Rio Mamoré, no Município de Costa Marques (RO).

As mais diversificadas do planeta
Às margens do Guaporé há grandes áreas de preservação, como o Parque Estadual de Corumbiara, com 427 hectares, e o Parque Nacional Noel Kempff Mercado, na Bolívia, uma das maiores unidades de conservação das Américas, com 1,6 milhões de hectares. A fauna e a flora são das mais diversificadas do planeta.

Conheça mais sobre São Francisco do Guaporé
Destinos Rondonia
Publicidade