História de Sobral
Vista aérea da Igreja do Patrocinio e Museu do Eclipse - Foto: Darlanblue (Licença-cc-by-3.0)
Vista aérea da Igreja do Patrocinio e Museu do Eclipse - Foto: Darlanblue (Licença-cc-by-3.0)

Muitos historiadores marcam o ano de 1712 como sendo o ano em que se começou a ver a Fazenda Caiçara como povoação. A Fazenda Caiçara pertencia ao Capitão Antônio Rodrigues Magalhães que, em1743, doou parte de suas terras para a construção da capela de Nossa Senhora da Conceição, que passaria a ser, futuramente, a Matriz da cidade de Sobral. Ao redor da Matriz e, mais tarde, da capela do Rosário surgiram as primeiras casas da povoação e pertenciam a pessoas de boa conduta, das quais descende grande parte dos habitantes de Sobral.

Os bairros da Matriz e do Rosário formavam dois pequenos centros de atividade, que pouco a pouco foram se desenvolvendo até que se uniram mediante o aparecimento de novas ruas entre eles.
No dia 5 de Julho de 1773, a povoação Caiçara foi elevada à Vila Distinta e Real de Sobral. Em 12 de Janeiro de 1841, pelo decreto Nº 229, a Vila de Sobral foi elevada à categoria de Cidade, com o título de Fidelíssima Cidade Januária do Acaraú, pelo presidente Martiniano de Alencar. Em 25 de Outubro de 1842, pelo decreto Nº 244, a Cidade Januária passou a se chamar Cidade de Sobral.
 

Conheça mais sobre Sobral
Destinos Ceará
Publicidade