Pontos Turísticos em Barra de São Miguel
Manguezais de Barra - Foto: (Licença-Dominio publico)
Manguezais de Barra - Foto: (Licença-Dominio publico)

O mar, os arrecifes, a lagoa do Roteiro, o rio São Miguel, o rio Niquim, o encontro do rio com o mar, o por do sol, Mangue, Criatório de Ostra no povoado do mangue “Palatéia” e a igreja de Santana. Variados tipos de embarcação, entre jangadas, saveiros, escunas e catamarãs, levam os turistas até os arrecifes, para ver as formações esculpidas pelo trabalho incessante das águas sobre as rochas. Na Ilha Três Corações, o mar adquire tons avermelhados, a partir de seu encontro com o Rio Niquim, um espetáculo que causa verdadeira comoção em Barra de São Miguel.

O destino mais procurado, porém, fica a cerca de 10 km de distância. Encravada entre coqueiros a perder de vista, no encontro da Lagoa do Roteiro com o mar azul, revela-se a paradisíaca Praia do Gunga, um pontal que, na verdade, forma duas praias distintas. De um lado, mar aberto, com ondas na maré alta, de outro, as águas sempre serenas da foz da Lagoa do Roteiro. Boa tanto para banho como para mergulho livre nas piscinas naturais, quando a maré baixa, a famosa praia está localizada em propriedade particular, que oferece uma excelente estrutura de lazer. Do alto do Mirante do Gunga, a vista é simplesmente deslumbrante.

Cerca de 15 km mais ao sul, na Praia da Lagoa Azeda, uma vila de pescadores foi erguida entre o paredão de falésias e o mar. Além da praia, protegida por arrecifes, e da Lagoa de Jequiá, a terceira maior do estado, com 18 km de extensão, o maior atrativo é o naufrágio do Itapajé, navio afundado por um submarino alemão em 1943. Passando por diversas praias ao longo da costa atlântica, chega-se à Barra do Jequiá, também chamada de Duas Barras ou Dunas de Marapé. Lugar onde o Rio Jequiá, cercado por mangues, encontra o mar, tem dunas de areia branquíssima e praias espetaculares, com as águas mais límpidas da região.

 

Conheça mais sobre Barra de São Miguel
Destinos Alagoas
Publicidade