Pontos Turísticos em Pirenópolis
Trilhas - Foto: Silvio Quirino - Goiás Turismo
Trilhas - Foto: Silvio Quirino - Goiás Turismo

Uma das característricas que fazem de Pirenópolis um destino atraente é a diversidade de ofertas em atividades: do turismo de compras ao turismo de aventura, do turismo gastronômico ao ecoturismo. Um dos principais atrativos de Pirenópolis são as cachoeiras. Cercado por serras, o município é agraciado por dezenas de cachoeiras envoltas em matas e cerrados. Confira aqui os mais belos atrativos de Pirenópolis:

A Serra dos Pireneus
Local de extrema beleza onde se encontra o Parque dos Pireneus e oferece mirantes, nascentes e a raríssima vegetação de cerrado rupestre.

Cidade de Pedra
Distante 51 km de Pirenópolis, este atrativo ainda não possui nenhuma infra-estrutura turística, mas é um cenário de espetacular beleza. São 500 hectares de formações geológicas quartizíticas ruiniformes, considerada a maior do Brasil. O acesso e as trilhas no local são difíceis. Aconselha-se a consultar uma agência local ou um guia de turismo, ambos credenciados.

Reserva Ecológica Vargem Grande
Cachoeiras e cerrado preservado. Reserva ambiental (RPPN) na Serra dos Pireneus com as famosas cachoeiras do Lázaro e Santa Maria. Trilhas calçadas, centro de visitantes e lanchonete.

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário
Maior e mais antigo monumento histórico do Centro-Oeste brasileiro, a igreja foi Construída em 1727.

Igreja de Nosso Senhor do Bonfim
Construída em 1750, por iniciativa particular, é hoje a única igreja do período colonial aberta ao público.

Igreja de Nossa Senhora do Carmo
Foi erguida em 1750, por iniciativa particular. Hoje está fechada ao público.

Casa de Câmara e Cadeia
Construída em 1919, é idêntica àquela do período colonial. Na parte de cima funcionava a Câmara e na de baixo a cadeia.

Teatro de Pirenópolis
A iniciativa privada construiu esse teatro em 1899. Em 2000, foi totalmente reformado, e hoje oferece shows, recitais, peças e espaço para eventos.

Cine Pireneus
Originalmente, foi construído em estilo Neoclássico no ano de 1919, como teatro. Reformado em 1936, passando a se caracterizar como Art-decô, e a funcionar como cinema, o primeiro do Centro-Oeste.

Ponte sobre o Rio das Almas
Construída em 1946, no mesmo estilo da antiga – que era toda de madeira –, a ponte é ponto de visitação devido à beleza do lugar. Abaixo dela há um balneário público.

Museu da Família Pompeu
Museu particular onde se encontram utensílios e artefatos do cotidiano colonial. Visitação somente para grupos, e agendada.

Museu das Cavalhadas
Museu particular com rico acervo sobre as Cavalhadas, folclore típico de Pirenópolis.

Ruas e Casarões Coloniais
Retrato vivo da história de Goiás, o centro histórico preserva a arquitetura do período colonial nas ladeiras e praças da cidade.

Cachoeiras
da Usina Velha
A 4km da cidade, é composta por duas cachoeiras. Fica em propriedade particular; por isso, cobra-se um ingresso de quem queira entrar para conhecer e desfrutar de suas delícias.

da Meia Lua
Distante 5km da cidade, também é composta por duas cachoeiras, situadas no interior de uma propriedade particular. Cobra-se ingresso por pessoa.

do Bonsucesso
Propriedade particular a 6km da cidade. Possui seis belas cachoeiras. Também cobra ingresso para entrada.

do Abade
A 14km da cidade, tem duas quedas d”água. Está em propriedade particular, e cobra-se ingresso por pessoa.

Nossa Senhora do Rosário
A 36 km da cidade, a cachoeira está em propriedade particular; Assim, cobra-se ingresso por pessoa.

dos Dragões
Mais distante que as outras, está a 40km da cidade. É formada por sete cachoeiras, que estão inseridas em uma propriedade particular. Cobra-se ingresso por pessoa.

Parque Estadual da Serra dos Pireneus
Criado em 1987, com área de 2.833,26 hectares, fica a 20km de distância de Pirenópolis. É uma área de especial beleza. Seu tesouro está concentrado nas áreas de cerrados rupestres (sobre rochas), formações rochosas e nascentes.

Reserva Ecológica Vargem Grande
Um pouco mais distante, a reserva contém uma cachoeira que fica a 11km da cidade. Está situada em uma propriedade particular e cobra-se ingresso por pessoa.

Picos dos Pireneus
Com cerca de 1.400 metros de altitude é o ponto mais alto da região. Em seu cume assenta-se uma pequena capela dedicada à Santíssima Trindade.

Morro Cabeludo
Defronte ao pico, esse morro é marco de imponência e manancial de espécimes endêmicas rupestres, como cactos, orquídeas, bromélias, entre outros.

Pocinhos do Sonrisal
Situado nas proximidades da nascente do Rio Capitão do Mato, essas piscinas naturais são um refresco para qualquer visitante.

Fazenda Babilônia
Fazenda histórica com casarão – antigo engenho de 1800 –, museu e capela. Oferece Café Colonial típico. A propriedade particular cobra um ingresso por pessoa, que pode incluir o Café Colonial.

Fazenda Vagafogo
Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). Possui uma trilha em mata primária e oferece café completo (brunch). A propriedade particular cobre ingressos diferenciados – com ou sem o café.

Esportes
Caminhada
Caminhar em Pirenópolis é algo inevitável. A cidade, pequena a ponto de não necessitar de transporte coletivo, é grande o bastante para se fazer boas caminhadas. Para conhecer bem o Centro Histórico, gasta-se cerca de 2h30 – cerca de 2km, com direito a muitas subidas e descidas. Esta é a mais leve. As mais duras são pelo cerrado, subindo para os mirantes dos morros. Para quem gosta dessa prática, pode se preparar para mais essa diversão: são serras, campos e muitas pedras, com a compensação refrescante de diversas cachoeiras durante o percurso.

Rafting
Para os amantes desse esporte, Pirenópolis é mais uma ótima opção para a prática do rafting. A cidade agora faz parte do roteiro nacional de turismo de aventura, oferecendo aos visitantes mais ousados programações especiais.

Compras
Artesanato de prata com pedras semipreciosas, artigos em madeira e cerâmica, máscara típicas das Cavalhadas

Conheça mais sobre Pirenópolis
Destinos Goiás
Publicidade