Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanHindiItalianJapanesePortugueseRussianSpanish

Ministérios do Turismo e da Justiça se reúnem com Facebook contra fraudes no setor

 29/05/2021  |  Postado por: Redacao Visite o Brasil
Foto: Roberto Castro / Mtur
Foto: Roberto Castro / Mtur

Nos próximos dias, um grupo de trabalho formado com os ministérios do Turismo e da Justiça, com representantes do trade turístico e com membros do Facebook/Instagram deve ser criado para estudar a melhor forma de validar a autenticidade de empreendimentos turísticos.

Os ministros do Turismo, Gilson Machado Neto, e da Justiça, Anderson Torres, se reuniram nesta quinta-feira (27.05), por videoconferência, com representantes do Facebook e do Instagram para debater o combate às contas falsas nas redes sociais. Participaram do encontro o presidente da Resorts Brasil, Sergio Souza, o presidente executivo do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), Orlando de Souza; do diretor Financeiro da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH Nacional, José Odécio. Representantes do trade têm registrado a incidência, cada vez maior, da criação de perfis fakes de empresas de turismo para enganar o consumidor. Após a audiência, foi decidida a elaboração de um grupo de trabalho para definir a estratégia de atuação.

Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, abriu a reunião questionando quais medidas poderiam ser tomadas para evitar a proliferação de perfis falsos nas redes sociais, principalmente de empreendimentos da hotelaria, agências de viagens e de transporte. Machado Neto sugeriu que os registros oficiais do Cadastur sejam usados pelo Facebook e Instagram para validação das contas das empresas. “Temos 128 mil credenciados na Cadastur e essa pode ser uma importante base de dados para verificação da veracidade do perfil na internet”, disse, sugerindo a criação de um grupo de trabalho para cuidar do tema.

O ministro da Justiça, Anderson Torres, manifestou sua preocupação com o assunto e afirmou que vai acionar a área de inteligência da Pasta para analisar quais medida podem ser tomadas e quais força policiais poderão fazer parte dessa atuação conjunta. “A gente precisa pensar numa solução específica para essa realidade dos hotéis e das operadoras de turismo”, disse. “O mais importante é trabalhar para não deixar que esse tipo de crime aconteça para não desestimular o turismo”, comentou.

O gerente de Relações Institucionais do Facebook/Instagram, Eduardo Lopes, elencou várias medidas adotadas pelas empresas para combater esse tipo fraude. “Estamos investindo para coibir esse tipo de comportamento. Queremos proporcionar segurança para ter a confiança de usuários de das empresas”, disse. Lopes elencou duas formas de combate a essas falsificações: a automatizada, por meio de robôs; e por meio de uma equipe com mais de 30 mil funcionários que verificam contas nas plataformas digitais. “Estamos do mesmo lado do problema, o que facilita a resolução dele”, declarou.

O presidente da Resorts Brasil, Sérgio Souza, reforçou que esse tipo de ato tem se tornado cada vez mais constante e que ele é duplamente prejudicial. Para ele, a certificação da conta ou a verificação por parte das plataformas podem ser a solução. “Além de perder dinheiro, existe a perda da credibilidade. Isso tem isso extremamente recorrente, lesando os cidadãos brasileiros”, comentou.

Nos próximos dias, um grupo de trabalho formado com os ministérios do Turismo e da Justiça, com representantes do trade turístico e com membros do Facebook/Instagram deve ser criado para estudar a melhor forma de validar a autenticidade de empreendimentos turísticos.

Mtur
Rafael Brais

Por: Redacao Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade