Líderes do setor pedem permanência do Ministério do Turismo

 24/11/2018  |  Postado por: Redação Visite o Brasil
Ultima reunião do ano da CNT - Foto: Roberto Castro-MTur
Ultima reunião do ano da CNT - Foto: Roberto Castro-MTur

Autor da proposta de elaboração de um documento em defesa da manutenção do MTur, Elzário Pereira da Silva Júnior sustentou que o setor 'não deve se calar' diante da perspectiva do novo governo em fundir o Turismo a outra Pasta da Esplanada.

As principais lideranças do turismo no Brasil aprovaram, por unanimidade, nesta terça-feira (20), documento que recomenda ao novo governo a manutenção do Ministério do Turismo como 'pasta única, exclusiva e forte para dar as respostas necessárias ao mercado e liderar o novo ciclo de crescimento do país, como já ocorreu com o agronegócio'. A moção de apoio será entregue aos representantes do governo de transição, em Brasília. O balanço da atual gestão foi outra pauta da 53ª reunião do Conselho Nacional de Turismo (CNT) realizada no Costão do Santinho, em Florianópolis (SC). Também por unanimidade foi aprovada a entrada da Associação Brasileira das Ilhas Turísticas (Abitur) no CNT.

Na lista de conquistas do MTur foram apontados o aumento de 39% do pedido de vistos após o e-Visa, a atração de empresas aéreas especializadas em passagens de baixo custo como a Sky Airline e Norwegian, o empenho de R$ 450 milhões para obras estratégicas de infraestrutura e a disponibilização de R$ 410 milhões para micro empresas pelo Fungetur, além dos R$ 3,8 bilhões em projetos apresentados ao Prodetur e a inscrição, até o momento, de 25 mil pessoas no curso de qualificação Brasil Braços Abertos (BBA).

'O Brasil tem o maior potencial do mundo de acordo com o Fórum Econômico Mundial. Estamos falando de um setor que tem tudo para liderar o novo ciclo de desenvolvimento do país', comentou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, que pediu uma moção em reconhecimento ao trabalho realizado por Kátia Bogea à frente do Instituto de Patrimônio Artístico Histórico e Natural (Iphan). 'É uma profissional que sempre trabalhou em parceria com o turismo', destacou.

Autor da proposta de elaboração de um documento em defesa da manutenção do MTur, Elzário Pereira da Silva Júnior sustentou que o setor 'não deve se calar' diante da perspectiva do novo governo em fundir o Turismo a outra Pasta da Esplanada. 'Temos de manter essa conquista histórica', comentou. Também esteve na pauta da 53ª reunião do CNT a apresentação da nova campanha de marketing do MTur e o balanço das câmaras temáticas de turismo.

 

Darse Júnior - Mtur

Por: Redação Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade