Grandes cadeias hoteleiras estão saindo das agências online

 22/06/2017  |  Postado por: Ramon Andrade
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Com o Slogan “Stop Clicking Around” (Pare de clicar por aí), prometendo melhores preços, foi assim que as famosas redes Marriott, Hilton e Intercontinental, decidiram criar essa forte campanha publicitária.

Algumas das maiores redes hoteleiras mundiais, entre elas Marriott, Hilton e Intercontinental decidiram investir pesado em publicidade objetivando desviar usuários/clientes, os quais estão acostumados a pesquisar preços de hoteis em sites de agências de viagens online conhecidas como OTA, (Online Travel Agency), para seus próprios sites. Como também, desejam acabar com as comissões variantes entre 10% a 30% que são cobradas por esses sites, à exemplo do Booking, Expedia, Priceline, dentre outros.

Com o Slogan “Stop Clicking Around” (Pare de clicar por aí), prometendo melhores preços, foi assim que as famosas redes Marriott, Hilton e Intercontinental, decidiram criar essa forte campanha publicitária, a qual deve ser intensificada a partir desse mês (junho).

Esses sites de pesquisa de preços (OTA), no ano de 2016 foram responsáveis, por mais de 100 milhões de dólares em comercialização de reservas de hotéis em todo o mundo,  conforme informações da consultora Phocuswright.

De acordo com a consultora Kalibri Labs, as comissões pagas pelos hotéis às OTAs, somente nos Estados Unidos, chegaram  a mais de 4 milhões de dólares.

Para atrair os consumidores mais jovens, com idades que variam entre os 18 e 34 anos, os quais tem preferencia em reservar hospedagens através desses sites, até então, os hotéis precisaram utilizas as OTAs, contudo, os consumidores mais velhos, os quais são mais sensíveis às campanhas de lealdade das marcas, preferem fazer reservas através dos sites dos hotéis.

As reservas em hotelaria se apresentam como a maior fonte de receitas dessas OTAs. Ao final de 2016 por exemplo, o valor obtido com as reservas realizadas através delas, chegaram a ultrapassar o valor das reservas concluidas diretamente nos hotéis.

Por: Ramon Andrade
Salvador / BA
Diretor Geral do Visite o Brasil.
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade