Destinos do Brasil são temas do Congresso Internacional de Turismo e Peregrinação

 26/11/2017  |  Postado por: Redação Visite o Brasil
Círio de Nazaré - Belém-PA - Foto: Tarso Sarraf
Círio de Nazaré - Belém-PA - Foto: Tarso Sarraf

Durante a apresentação, que teve o Secretário Geral da OMT, Taleb Rifai como moderador, Teté Bezerra citou outros exemplos como o Círio de Nazaré, em Belém (PA). A maior festa religiosa do Brasil reúne 2 milhões de fiéis num único dia e foi reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Imaterial da Humanidade.

A secretária Nacional de Qualificação e Promoção do Turismo, Teté Bezerra, apresentou, em Fátima, Portugal, nesta quarta-feira (22), números que apontam um movimento de 4,4 bilhões de dólares decorrentes de 20 milhões de viagens por ano, no Brasil, motivadas pela fé. Um estudo realizado pelo Ministério do Turismo registra mais de 300 destinos nacionais de turismo religioso. Uma característica comum a todos esses destinos e seus atrativos é a capacidade de movimentar a cadeia turística como hospedagem, alimentação e artesanato. O turismo movido pela fé também leva o visitante a conhecer outros atrativos, beneficiando o entorno do destino principal.

“Somos o país com o maior número de católicos do mundo. Mas, a característica que mais marca o Brasil nesse tema é a tolerância religiosa”, destacou a secretária, apresentando um mapa do Brasil com a diversidade de destinos e práticas religiosas que atraem visitantes brasileiros e do mundo inteiro. Teté Bezerra também ressaltou que o respeito à diversidade favorece a sustentabilidade do turismo religioso brasileiro, na medida em que contribui para a manutenção e até o fortalecimento do mosaico de culturas que formam o Brasil. Ela citou o exemplo do sincretismo religioso, onde rituais católicos e africanos se misturam em diversos eventos e atrativos visitados por multidões, como a lavagem do Bonfim, em Salvador.

A secretária reafirmou o esforço do Brasil em ampliar, estruturar e integrar o Caminho das Missões Jesuíticas com a Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia. Entre os atrativos do lado brasileiro está o Santuário de Caaró – lugar do martírio de três santos Católicos: o paraguaio Roque Gonzales e os espanhóis Afonso Rodrigues e João de Castilhos, além das Ruínas de São Miguel das Missões, Patrimônio Cultural da UNESCO. O roteiro foi pauta da audiência do ministro do Turismo, Marx Beltrão, com o Papa Francisco, em outubro. Ele pediu que a Ópera Romana, operadora de viagens do Vaticano, a maior do mundo no segmento religioso, ampliasse o roteiro que já inclui Foz do Iguaçu como Patrimônio Mundial Natural da UNESCO.

Durante a apresentação, que teve o Secretário Geral da OMT, Taleb Rifai como moderador, Teté Bezerra citou outros exemplos como o Círio de Nazaré, em Belém (PA). A maior festa religiosa do Brasil reúne 2 milhões de fiéis num único dia e foi reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Imaterial da Humanidade. No interior do Ceará, as romarias à Juazeiro do Norte e Canindé movimentam milhões de visitantes no Nordeste, bem como à Nova Jerusalém (PE) onde a Paixão de Cristo é encenada no maior teatro ao ar livre do mundo. Os santuários de Aparecida (SP), Divino Pai Eterno (GO) e o Templo de Salomão (SP), também estão no mapa dos atrativos religiosos apresentados pela secretária. A diversidade de religiões passa por templos budistas, como o Zu Lai (SP) e centros espíritas, como o Dom Inácio, de Abadiânia (GO).

 

Por: Redação Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade